Bastidores Partidos

Em reunião tumultuada, Sérgio Novais é destituído e Karlo Kardoso é eleito novo presidente do PSB em Fortaleza

Impedidos de entrar, os dissidentes do PSB realizaram reunião no meio da rua para destituir Sérgio Novais do comando da sigla. Foto: Marcos Montenegro.

O grupo que se auto intitula dissidente do diretório municipal do PSB acabou aprovando na noite desta quinta-feira (15) a destituição do presidente da sigla em Fortaleza, Sérgio Novais. A reunião foi realizada no meio da rua, já que a porta da sede do partido estava trancada por um cadeado. Na mesma ocasião, o grupo elegeu Karlo Kardoso como novo presidente do PSB na capital.

Na rua
Toda a votação aconteceu no meio da rua. Vinte filiados votaram e por unanimidade decidiram pela troca de comando da sigla. O detalhes é que Kardoso faz parte da ala histórica e era vice presidente da sigla no diretório comandado por Novais. Ele é um dos dissidentes que critica a postura de Sérgio Novais no comando da executiva.

Muita confusão e um princípio de tumulto marcaram a reunião. O encontro havia sido agendado para decidir sobre a destituição, ou não, do atual presidente da sigla, Sérgio Novais. Os dissidentes já afirmam, antes do encontro desta quinta, ter pelo menos 2/3 dos votos e já contavam com a vitória como certa.

O presidente da Assembleia Legislativa, dep. Roberto Cláudio, acabou atingido por ovos arremessados por manifestantes pró Sérgio Novais. Foto: Marcos Montenegro

Cadeado
Os filiados da ala histórica, ligada a Novais, fecharam o portão de entrada da sede do partido com um cadeado para impedir o encontro. Houve empurra-empurra e o clima ficou tenso diante do acirramento com outros socialistas que se auto intitulam dissidentes e são ligados ao grupo do governador Cid Gomes, presidente estadual da sigla.

Ovos
Alguns filiados acabaram sendo atingidos por ovos, inclusive o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Claudio (PSB). O parlamentar foi pego de surpresa enquanto concedia  entrevista ao repórter Marcos Montenegro da TV Jangadeiro. Os ovos arremessados não causaram nenhuma machucado.

“Golpe”
Sérgio Novais não apareceu no encontro. Antes, o socialista já havia afirmado que seria vítima de um “golpe” patrocinado pelo grupo ligado ao governador Cid Gomes.

Leia ainda:
Novais acusa Cid Gomes de promover golpe no PSB   
Eliane reclama de “perseguição” e Sarto rebate: a deputada “confunde alhos com bugalhos”
Eliane Novais diz que definição sobre candidatura em Fortaleza cabe ao PSB municipal     

Eleições em Fortaleza: Racha no Diretório Municipal do PSB  
Eliane critica os “Ferreira Gomes” e diz que não quer apoio de Ciro em 2012

 

Assista a reportagem exibido no Giro da Ruas:


Curtir:


4 thoughts on “Em reunião tumultuada, Sérgio Novais é destituído e Karlo Kardoso é eleito novo presidente do PSB em Fortaleza

  1. Vejam como se comportam os radicais do PSB, é ou não é a caricatura dos petistas?, na concepção deles, democracia é quando eles mandam nas pessoas, e ditadura é quando as pessoas mandam neles.

  2. Todos são farinha do mesmo saco, só pensam neles, não tão nem ai para o povão. Se dependesse de mim eles iriam trabalhar de verdade.

  3. Criou um ninho de cobra para ser picado. Não escutou a base e passou por cima aceitando como um ninho tucando(coincidencia), todo clã dos Ferreira Gomes. Taí, deu no que deu….

  4. Farta distribuição de cargos e benesses para os dissidentes da ala histórica do PSB explicam muito claramente essa situação, no entanto os filiados que elegeram esses mesmos dirigentes se manifestaram contra as intenções desses e impediram o ingresso deles na sede do partido, como acontece na politica em geral, o sistema representativo tem seu ponto fraco que é o caráter (ou a falta dele) do representante. Os militantes que estavam ali protestando eram pessoas politizadas que conheciam a ideologia do partido e sabiam que os Ferreira Gomes estão querendo usar o PSB como sigla de aluguel, esses caras estão representando a quem mesmo? Cade os militantes deles? Eles não tem militantes que os defendam, e apelam para a burocracia do sistema representativo apontando para o numero de votantes da executiva.

Comments are closed.