Eleições 2014 Pesquisa

Empate técnico: Camilo sobe 4 pontos e chega aos 38%; Eunício lidera com 43%, diz Ibope

Camilo e Eunício polarizam disputa no Ceará
Camilo e Eunício polarizam disputa no Ceará

A pesquisa Ibope contratada pela TV Verdes Mares e que sondou a intenção de voto dos cearenses sobre as eleições do dia 5 de outubro próximo, sobre os candidatos à Presidência da República, ao Governo do Estado e ao Senado da República, revela que o candidato do PMDB, Eunício Oliveira lidera as intenções de voto para a sucessão estadual. O candidato Camilo Santana apresentou crescimento e a distância entre os dois é de apenas cinco pontos percentuais.

Empate técnico
Como a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, é possível afirmar que os dois candidatos estão tecnicamente empatados. Levando em consideração a margem de erro, Eunício teria de 46% a 40% das intenções de voto. Camilo poderia varia de 41% a 35% da preferência dos eleitores.

Estimulada
Na pesquisa estimulada, quando ao eleitor é apresentado à relação dos candidatos ao Governo, Eunício Oliveira (PMDB) alcança 43% das intenções de voto contra 38% de Camilo Santana (PT), 3% de Eliane Novais (PSB) e 1% de Ailton Lopes (Psol). Brancos e Nulos somam 7%. Não sabem ou não quiseram opinar somam 8%.

  • – Eunício Oliveira (PMDB) – 43%
  • – Camilo Santana (PT) – 38%
  • – Eliane Novais (PSB) – 3%
  • – Ailton Lopes (Psol) – 1%
  • – Brancos e Nulos – 7%
  • – Não sabem – 8%

Leia ainda:
Camilo cresce 12 pontos e chega aos 31%, mas Eunício lidera com 41%, diz Datafolha
Tasso lidera disputa ao Senado com 54%; Mauro Filho tem 20%, diz Datafolha

Ficha Técnica
A pesquisa foi encomendada pela ”TV Verdes Mares”. O levantamento foi realizado entre os dias 21 a 23 de setembro. Foram entrevistados 1.204 eleitores em 61 cidades. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.  A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sob o número CE-00024/2014 e no Superior Tribunal Eleitoral sob o número 764/2014.

Com informações do G1


Curtir: