Bastidores

Encontro entre Cid e Eunício termina sem definição

A maior dúvida para a disputa deste ano é sobre a ruptura, ou não, da aliança entre Cid e Eunício
A maior dúvida para a disputa deste ano é sobre a ruptura, ou não, da aliança entre Cid e Eunício

Em almoço realizado nesta sexta-feira (28), no Palácio Abolição, o governador Cid Gomes (Pros) e o senador Eunício Oliveira (PMDB) conversaram sobre a sucessão estadual. Após a reunião, não houve espaço para fotos e nem promessas de uma nova rodada de negociação “pacífica”

Os dois saíram sem dar detalhes sobre o teor da conversa. Ambos tomaram rumos distintos. Ao que tudo indica, nenhum acordo foi selado.

Os dois conversaram por duas horas e meia e colocaram as cartas na mesa. Eunício pediu apoio de Cid para disputar o governo do Ceará.  Cid disse que ainda precisa conversar com seus aliados e reclamou da antecipação do debate.  

Veja também:
Oposição desconfia da candidatura de Ciro ao Senado, mas diz que Tasso aceita disputar com ex-aliado
Possível candidatura de Ciro movimenta bastidores e já causa reações

Com áudio: Cid Gomes admite renúncia para permitir candidatura de Ciro ao Senado
Ciro Gomes nega participação na coordenação da campanha de Dilma Rousseff

Sem comentários
Cid se limitou a afirmar que caberia a Eunício falar sobre o encontro, haja vista a conversa foi solicitada por ele. O governador ainda confirmou que não mudou de opinião sobre sua possível renúncia ao mandato para permitir a candidatura do irmão, Ciro Gomes, ao Senado.

Indefinição
O PMDB quer que Cid Gomes apoie o nome de Eunício Oliveira ao governo do Estado. Mas, por enquanto, nada está definido.


Curtir: