Ceará

Energia: reajuste de 16,5% prejudica economia cearense, diz Chico Lopes

Energia: reajuste de 16,5% prejudica economia cearense, diz Chico Lopes
Energia: reajuste de 16,5% prejudica economia cearense, diz Chico Lopes

O reajuste de 16,5%, autorizado na terça-feira (15), pela Agência Nacional de Energia Elétrica, para a tarifa de energia elétrica no Ceará, prejudica a economia do Estado, provoca perda de competitividade das empresas cearenses e implica risco de fechamento de postos de trabalho.

A avaliação é do deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE), que já aprovou requerimento, na Comissão de Defesa do Consumidor, da Câmara Federal, para que representantes da Coelce e da Aneel prestem esclarecimentos sobre o reajuste, em sessão marcada para o dia 7 de maio.

“Como já aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor, a Coelce e a Aneel terão de vir a público para esclarecer o porquê de um reajuste tão alto, em contraste com a inflação medida pelo IGP-M nos últimos 12 meses, que não chega a 6%. Ou seja, com um reajuste de 16% nas contas de energia, temos um percentual equivalente a quase três vezes a inflação do último ano. Um percentual totalmente fora da realidade dos consumidores cearenses”, aponta Chico Lopes.

 


Curtir: