Ceará

Equiparação salarial da Polícia Civil será enviada à AL na próxima semana

A declaração foi dada pelo governador Camilo Santana durante bate-papo semanal nas redes sociais. Foto: Divulgação

O Governo do Estado do Ceará deve encaminhar para a Assembleia Legislativa, na próxima semana, o projeto que implementa a média salarial dos estados do Nordeste para os servidores da área de Segurança Pública.

Desta vez, a medida vai beneficiar inspetores e escrivães da Polícia Civil e os agentes da Perícia Forense do Ceará. A informação foi divulgada, na terça-feira (09), pelo próprio governador Camilo Santana, durante bate-papo no Facebook.

“Da mesma forma que eu garanti para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, vou garantir também para a Polícia Civil e para a Pefoce”, afirmou ele, ressaltando que o projeto será assinado no Palácio da Abolição, com a presença de representantes da categoria.

Aumento
A proposta salarial já havia sido anunciada pelo governador antes de ser sancionada a lei que equiparou os salários dos policiais militares e bombeiros do Ceará aos do Nordeste. Camilo afirmou ainda que propõe o aumento salarial em momento de “dificuldade econômica”, mas tem “feito um esforço para priorizar áreas importantes, como a segurança, saúde e educação”. Ainda falando sobre segurança pública, o governador informou que convocará a 2ª turma de aprovados no último concurso público para ingresso na Polícia Militar até o dia 18 deste mês. Serão mais 1.400 candidatos aprovados no último concurso.

Concurso
Questionada sobre o edital do concurso para agentes penitenciários, Camilo anunciou que o edital do certame será anunciado em junho deste ano. Serão mil vagas para agentes penitenciários do Ceará. “A informação que eu tenho da própria Secretaria da Justiça e da Secretaria de Planejamento, que autoriza o concurso, é que o edital sairá em junho para agente penitenciário do Estado, com a previsão de 1000 vagas iniciais. Portanto, quem quiser ser agente penitenciário comece a estudar que o edital sairá agora em junho, e a gente quer terminar o mais rápido possível”, disse o governador.

Previdência
O governador voltou a criticar a reforma da Previdência, sobretudo a falta de diálogo do Governo Federal com a população. “É importante algumas reformas neste País. É preciso ser feito um debate, com franqueza, sinceridade, transparência. Não se faz mudança sem dialogar. E sou contra a forma dessa proposta porque mexe muito com quem é mais pobre, principalmente com o homem do campo, o agricultor. Falo isso porque conheço a realidade do homem do campo do Nordeste brasileiro, principalmente a do Ceará.Da forma como está hoje é insustentável, precisa ser feita (a reforma) sem afetar os mais pobres”, enfatizou Camilo. O assunto, inclusive, estará novamente na pauta da reunião dos governadores do Nordeste, hoje, em Salvador. No bate-papo, Camilo adiantou que participará do encontro.

UPA
O gestor ainda foi questionado sobre assuntos relacionados à saúde, garantindo implantação de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) aos municípios com mais de 50 mil habitantes. Além disso, Santana afirmou que Estado e Municípios estão juntos na execução de medidas de combate ao mosquito Aedes aegypti, mas que os cidadãos também colaborassem com as ações. “O problema pode estar na casa de cada um de nós”, alertou.

Dessalinização
Camilo falou também do resultado, previsto para este mês, do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) que analisa os estudos de empresas privadas para a instalação de uma unidade de dessalinização no Ceará, que produzirá dois mil litros por segundo.

Com informações do OE


Curtir: