Ceará, Denúncia
Atualizado em: 23/07/2011 - 12:36 pm

O Gerente Financeiro da Adece – Agência de Desenvolvimento do Ceará, Fábio Castelo Branco de Araújo, foi exonerado do cargo. Era ele quem liberava o dinheiro dos convênios entre a Secretaria das Cidades e associações do interior como a de Pindoretama que seria responsável pela construção de duzentos banheiros populares onde apenas dois foram parcialmente feitos.

Fábio Castelo Branco chegou à Secretaria das Cidades por indicação do presidente afastado do Tribunal de Contas do Estado, Teodorico Menezes, cujo nome está ligado ao escândalo dos banheiros. Fábio negou a relação e não quis comentar a exoneração.

Leia mais:
Denúncia: Governo do Ceará pagou R$ 400 mil para construção de banheiros que não saíram do papel
Governo do Ceará financia esquema milionário de banheiros fantasmas

Após denúncia: Associação fantasma em Pindoretama aluga sede e inicia atividades

Com informações do jornal O Povo

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me