Protesto

Estados registram protestos contra e pró-Temer nesta quarta-feira

Em Fortaleza, manifestante levaram o "Fora-Temer" para a Gentilândia
Em Fortaleza, manifestante levaram o “Fora-Temer” para a Gentilândia

Manifestantes realizaram atos contra e a favor do presidente Michel Temer ao longo da quarta-feira (31). Os atos ocorrem no dia em que o Senado aprovou o impeachment de Dilma Rousseff e Temer assumiu a presidência da República.

Até as 21h25, havia protestos em 15 estados e no Distrito Federal. Os atos contra Temer ocorrem em Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo.

Já as manifestações pró-Temer são em Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Maior
O maior ato contra Temer era registrado às 21h em Porto Alegre (RS) – a organização diz que 20 mil pessoas participavam do ato e a Polícia Militar não não tinha informação. A maior manifestação pró-Temer estava em Curitiba (PR). Segundo a Polícia Militar, eram 500 pessoas; a organização não divulgou números.

Houve confronto entre a polícia e os manifestantes em São Paulo, Florianópolis e no Distrito Federal.

Ceará
Manifestantes de Fortaleza realizaram nesta noite um protesto contra impeachment de Dilma Rousseff. O grupo se concentrou inicialmente, às 18h30, nas rua do Bairro Benfica e fez caminhada por ruas do centro da cidade. No protesto, participaram pessoas de diversos partidos políticos e entidade sociais. Os organizadores e a Polícia Militar não divulgaram estimativa de público presente.

Um grupo comemorou, também em Fortaleza, o impeachment de Dilma Rousseff. As pessoas se reuniram na Praça Portugal, no Bairro Aldeota, por volta das 19h e o ato terminou às 21h. Os organizadores e a Polícia Militar não divulgaram estimativa de público presente.

Com informações das Agências


Curtir: