Ceará

Estudo do Ipece mostra que maioria dos municípios cearenses depende do FPM

Estudo do Ipece mostra que maioria dos municípios cearenses depende do FPM
Estudo do Ipece mostra que maioria dos municípios cearenses depende do FPM

A maior parte dos municípios cearenses, em 2010 e 2000, encontrava-se com um valor abaixo de 0,5, indicando que, para cada R$ 1 oriundo da base econômica do município, ele recebia mais de R$ 2 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), de acordo com o Indicador de Desenvolvimento Tributário e Econômico (IDTE).

Abaixo
Desses, a grande maioria é composta de municípios com uma população abaixo de 100 mil habitantes, revelando que tal resultado é causado pela baixa atividade econômica e, por consequência, pela pouca capacidade para gerar receitas tributárias.

Situação Fiscal
A constatação está no Ipece/Informe nº 53, que tem como título Situação Fiscal dos Municípios Cearenses em 2000 e 2010, que vai ser divulgado nesta terça-feira (19) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado.

E ainda
O trabalho, elaborado por Paulo Araújo Pontes e Nicolino Trompieri, ambos do Ipece, mostra também que houve uma sensível redução no número de municípios com IDTE abaixo de 0,50, já que o número foi reduzido de 146 em 2000 para 124 em 2010. O estudo vai disponibilizado o documento na página www.ipece.ce.gov.br.

Com informações da Assessoria do Ipece


Curtir: