Bastidores

“Eu não quero continuar presidente do partido”, diz Tasso sobre disputa no PSDB

“Eu não quero continuar presidente do partido”, diz Tasso sobre disputa no PSDB

O senador Tasso Jereissati, presidente interino do PSDB, afirma que não pretende continuar no comando da sigla. Questionado sobre a disputa pela presidência nacional, Tasso disparou: “Não. Eu não quero continuar presidente do partido”.

“Estou escutando todos os companheiros em função das divisões para decidir o que fazer”, completou Tasso deixando claro, no entanto, que ainda não fechou questão sobre o assunto.

“Não tô querendo ser presidente do partido, não. Estou tentando dar uma arrumada no partido, colocando na linha que todo mundo espera”, disse ele, respondendo à jornalistas sobre o lançamento da candidatura do governador de Goiás, Marconi Perillo.

Diálogo
O tucano disse estar ouvindo “amigos” sobre sua possível candidatura. “Eu estou escutando os amigos. Estou em avaliação. Não tem briga, não. Todo partido tem suas visões diferentes. Faz parte”, minimizou.

A convenção nacional do PSDB, que vai definir uma nova Executiva para o partido, será realizada no dia 09 de dezembro. As declarações de Tasso foram feitas, na segunda-feira (30), em entrevista quando o tucano chegava para acompanhar solenidade do Hub da Air France, na residência oficial do governador, em Fortaleza.

Camilo
Questionado pela imprensa se sua presença seria uma demonstração de apoio a Camilo Santana, Tasso foi rápido na resposta: “de apoio ao evento”. Sobre a questão violência, Tasso frisou que “cada um precisa fazer sua parte”, em referência às competências da União e dos Estados.

Leia ainda: 
Em entrevista, Tasso nega candidatura ao Governo do Ceará em 2018


Curtir: