Ceará Denúncia

Exclusivo: Conselho do Meio Ambiente gasta R$ 21 mil com manutenção de Hilux seminova

A opção pelo uso de carros de luxo importados, inicialmente para o policiamento, gerou críticas sobre a relação custo benefício da escolha.

O Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente do Ceará (Conpam) mantém contrato feito com empresa privada, sem licitação, no valor de R$ 21.400,00, para a manutenção de uma picape Hilux seminova. Desde 2007, o uso desses veículos de luxo em órgãos e secretarias estaduais tem gerado polêmicas, no entanto, uma das justificativas para a padronização da frota é justamente a redução no preço da manutenção dos carros.

O Diário Oficial do Ceará, publicado no dia 08 de agosto de 2011, mostra que o Conpam firmou contrato de manutenção para um veículo Toyota Hilux, modelo 2010, placa NQY 9745, com a empresa Newland Veículos LTDA, válido por doze meses, podendo ser “prorrogado por iguais e sucessivos períodos, nos estritos limites da garantia estabelecida no Manual do Proprietário”.

A Toyota, fabricante da Hilux, informa que o carro tem “garantia de 3 anos com limite de 100.000 km para uso comercial ou o que vencer primeiro, limitada a defeitos de fabricação ou montagem de peças”.

A opção pelo uso de carros de luxo importados, inicialmente para o policiamento, gerou críticas sobre a relação custo benefício da escolha. Deputados estaduais, como Heitor Férrer (PDT), já questionaram publicamente a preferência do governo pelo modelo Hilux, em detrimento de outros automóveis similares.

Gastos questionados
Os custos com a compra, manutenção e o reparo de veículos Hilux utilizados pelo governo do Ceará em várias secretarias, têm causado polêmica e chamado a atenção no Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) e Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).

Na última terça-feira (22), o deputado Capitão Wagner (PR) questionou, em pronunciamento, o gasto de R$ 132 mil para a reparação de uma Hilux utilizada no programa Ronda do Quarteirão.

No dia 1º de novembro passado, o TCE-CE suspendeu a compra de dez veículos Hilux pela Secretaria de Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag), no valor de R$ 1.6 milhão. A Corte considerou que itens como bancos de couro não foram adequadamente justificados para a aquisição.

Em julho último, o TCE barrou a aquisição de 300 Hilux para a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por suspeitar que a compra havia sido direcionada e evitava a competitividade da licitação.

Resposta
O Conpam informou ao Jangadeiro Online que os detalhes do contrato poderiam ser explicados pelo Coordenador Administrativo Financeiro do órgão, Rodrigo Lins. Este, no entanto, segundo a assessoria do órgão, está viajando.

Assista à matéria exibida no Jornal Jangadeiro 2ª Edição:

Por Wanderley Filho

One thought on “Exclusivo: Conselho do Meio Ambiente gasta R$ 21 mil com manutenção de Hilux seminova

Comments are closed.