Greve

Família da desembargadora Sérgia Miranda sofre atentado durante greve da polícia

Desembargadora Sérgia Miranda (Foto: TJCE)

A família da desembargadora Sérgia Miranda, do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), sofreu um atentado na última quarta-feira (4), quando policiais civis já estavam em greve.

De acordo com o coronel Medeiros Filho, do Exército, os tios-avós da magistrada, que moram no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza, foram amordaçados e agredidos.

A idosa teve o cabelo molhado com álcool e foi ameaçada de ser queimada. Além disso, os dois foram ameaçados de morte. As vítimas já passaram pelos exames de Corpo de Delito no Instituto Médico Legal (IML), foram socorridos e passam bem.

Por conta do atentado, representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estão vindo a Fortaleza para investigar o caso.

Ilegalidade da greve
A desembargadora Sérgia Miranda é a mesma que decretou a ilegalidade da greve tanto da Polícia Militar, na última segunda-feira (2), quanto da Polícia Civil, em dezembro de 2011.

A produção do Jangadeiro Online tentou entrar em contato com a magistrada para obter mais informações sobre o fato, mas, até agora ela, não atendeu às ligações.

Da Redação do Jangadeiro Online, com informações do Exército

One thought on “Família da desembargadora Sérgia Miranda sofre atentado durante greve da polícia

  1. SOU POLICIAL CIVIL, SOLICITEI DA DIRETORIA DO SINPOCI PARA QUE ENVIASSE OFICIOS AO MINISTERIO PÚBLICO FEDERAL E POLICIA FEDERAL, PARA QUE ESSE FATO GRAVE SEJA APURADO DENTRO DA ABSOLUTA INSENÇÃO. TIRANDO AS INVESTIGAÇÕES NA TUTELA DAS FORÇAS DE SEGURANÇA DO ESTADO, INCLUINDO-SE O EXÉRCITO BRASILEIRO.

Comments are closed.