Bastidores

Fiquei ‘extremamente perplexa’, diz Dilma sobre prisão de Delcídio

Delcídio era líder do governo Dilma no Senado. Foto: Reprodução da internet
Delcídio era líder do governo Dilma no Senado. Foto: Reprodução da internet

A presidente Dilma Rousseff disse, nesta -segunda-feira (30), em Paris, que ficou “extremamente perplexa” com a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), na última semana, acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

“Fiquei perplexa, extremamente perplexa. Eu não esperava que isso acontecesse ninguém esperava”, afirmou quando questionada pela reportagem.

Clima
A presidente, que está na capital francesa para participar da conferência sobre o clima COP-21, recusou-se a fazer mais comentários sobre o assunto.

Delcídio
Ex-líder do governo no Senado, Delcídio é acusado de oferecer uma mesada de R$ 50 mil e a possibilidade de fugir do país para evitar que o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró aceitasse um acordo de delação premiada.

E ainda
Ele e o banqueiro André Esteves, que supostamente financiaria a operação, foram presos depois que Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, entregou à Procuradoria-Geral da República a gravação de uma conversa na qual o parlamentar oferecia o acordo a Cerveró.

Com informações da Folha


Curtir: