Ceará

Fraude no BNB: Investigado pelo MPF, Roberto Smith diz que situação é “complexa” e não comenta ação da Justiça

Fraude no BNB: Investigado pelo MPF, Roberto Smith diz que situação é "complexa" e não comenta ação da Justiça
Fraude no BNB: Investigado pelo MPF, Roberto Smith diz que situação é “complexa” e não comenta ação da Justiça

O ex-presidente do Banco do Nordeste (BNB) economizou nas palavras, durante entrevista nesta terça-feira (28), ao ser questionado sobre a ação de improbidade administrativa e penal movida contra ele e outros dez ex-dirigentes pelo Ministério Público Federal (MPF). Na conversa com jornalistas, Smith afirmou que a situação é “complexa” e lamentou que a imagem do banco seja manchada pelo fato.

Poucas palavras
“Não vou comentar nada da Justiça, porque a justiça se trata na própria Justiça. É uma questão extremamente complexa, só lastimo o fato de que essa exposição afete a imagem do Banco do Nordeste”. Smith participou nesta terça-feira (28) do evento “Diálogos Capitais” promovido pela revista Carta Capital em parceria com o Instituto Envolverde, para discutir infraestrutura e logística dos portos brasileiros.

Improbidade
O ex-presidente do BNB é denunciado por irregularidades na administração dos recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE), provocando um desfalque superior a R$ 1,2 bilhão.

Quando aconteceu?
O desfalque teria acontecido após os dirigentes à época do BNB autorizarem pelo menos 52 mil empréstimos, dentre eles repasses milionários, a empresários. Depois que os empréstimos eram realizados, os gestores bancários ignoravam os procedimentos de cobrança, encobrindo a real situação patrimonial do FNE.

E ainda
O MPF ainda investiga se há relação entre os inadimplentes beneficiários dos empréstimos com os gestores do BNB réus na ação.


Curtir: