Fortaleza
Atualizado em: 08/08/2013 - 7:02 am

Guarda Municipal retira manifestantes acampados no Parque do Cocó. A ação começou na madrugada. O vereador João Alfredo divulgou a foto pelo twitter.

Guarda Municipal retira manifestantes acampados no Parque do Cocó. A ação começou na madrugada. O vereador João Alfredo divulgou a foto pelo twitter.

A Guarda Municipal retirou na madrugada desta quinta-feira (08) os manifestantes que estavam acampados no Parque do Cocó. A ação começou por volta das 4 horas da manhã. O grupo diz que foi surpreendido, enquanto dormia, com bombas de gás lacrimogêneo lançadas pelos Guardas.  “Chegaram atirando na gente e jogando bombas de gás”, disse um dos manifestantes.

Houve princípio de tumulto. Os manifestantes foram reprimidos com balas de borracha, spray de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo. Segundo a Guarda Municipal, os manifestantes usaram pedaços de pau para tentar agredir os servidores da Prefeitura.

No bumbum
Uma ativista acabou ferida nas nádegas, ao ser atingida por uma das bombas lançadas contra as barracas do acampamento. Os manifestantes estavam no local desde o início de julho para protestar contra a construção de dois viadutos que a Prefeitura de Fortaleza pretende erguer entre as avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antonio Sales.

Na avenida
Os manifestantes foram “levados” para a avenida Engenheiro Santana Júnior, enquanto equipes da Emlurb retomaram a derrubada das árvores do Parque do Cocó. Por volta das 6 horas, manifestantes fecharam a avenida Engenheiro Santana Junior em protesto. A Guarda Municipal fez uma barreira que também bloqueou a via nos dois sentidos.

Uma ativista acabou ferida nas nádegas, ao ser atingida por uma das bombas lançadas contra as barracas do acampamento. A imagem foi divulgada pelo vereador João Alfredo via Twitter.

Uma ativista acabou ferida nas nádegas, ao ser atingida por uma das bombas lançadas contra as barracas do acampamento. A imagem foi divulgada pelo vereador João Alfredo via Twitter.

Detidos
Pelo menos três manifestantes foram detidos durante a ação. “A Polícia trouxe bilas, pedras, um facão e drogas e colocaram num saquinho ao lado dos manifestantes”, disse um homem que acompanhou a movimentação, ao afirmar que as provas contra os ativistas detidos foram plantadas pelos próprios guardas.

Ao vivo
Toda a movimentação foi transmitida “ao vivo” pela internet, pelo grupo de manifestantes, através da Rapadura Ninja – organização que se autointitula como um grupo de “mídia independente – jornalismo em ação”. Em diversos momentos os manifestantes dispararam críticas contra a imprensa “tradicional”.

Pimenta
O vereador João Alfredo (Psol), que acompanhou toda a movimentação, solicitou dos Guardas o mandado judicial para a retirada dos manifestantes, mas não teve resposta. Ele acabou atingido por spray de pimenta no rosto.

Leia ainda:
Cid faz visita surpresa aos manifestantes no Cocó e lança proposta para que ativistas deixem o local
RC diz que ocupação do Cocó é ilegal: “Se eu quisesse, já teria entrado pra valer e arrancado”
Obra no Cocó fere o Plano Diretor de Fortaleza, afirma João Alfredo
Manifestantes permanecem no Parque do Cocó e prometem se amarrar às árvores

Veja a galeria de imagens:

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me