Eleições 2014

Guimarães declara disposição para postular “qualquer cargo” em 2014

Guimarães declara disposição para postular “qualquer cargo” em 2014. Foto: Divulgação
Guimarães declara disposição para postular “qualquer cargo” em 2014. Foto: Divulgação

O deputado federal José Guimarães (PT) declarou estar à disposição do partido para disputar “qualquer cargo” nas eleições de outubro deste ano. A afirmação é uma resposta à entrevista do deputado Eudes Xavier ao jornal O Estado, onde o parlamentar defendeu a candidatura de Guimarães ao governo do Ceará, ai invés de postular o Senado Federal.

“Eu estou para servir ao projeto e ao meu partido. Esse é o entendimento que eu tenho conversado com Cid Gomes”, disse, acrescentando que não tem pretensão de disputar a chefia do Palácio da Abolição.

Aliança
Por outro lado, Guimarães salientou que o mais importante agora é manter a atual aliança que apoia o governo do Ceará. Para o petista, é preciso requalificar cada vez mais o atual projeto, a partir da manutenção da aliança, formada pelo PT, Pros e, dentro outros partidos, pelo PMDB. “Nessa discussão, o meu nome sempre é lembrado para ser pré-candidato ao Senado, porque é um desejo do partido nacional”.

Leia também:
Governo x Senado: Ala do PT desenha novo cenário eleitoral

Conflito
Bom lembrar, entretanto, que as informações nos bastidores mostram a dificuldade dos partidos de dar continuidade à aliança. O senador peemedebista Eunício Oliveira já deixou evidente o desejo de disputar a sucessão estadual neste ano, possivelmente rompendo com Cid. Outro ponto que dificulta a união dos partidos é o racha interno do PT, onde uma corrente defende o apoio a Cid e outra opta pelo o lançamento de candidatura própria, no nome de Luizianne Lins (PT).

Interesse pessoal
Para Guimarães, o momento não permite que cada elemento ligado à aliança situacionista coloque o interesse pessoal acima do projeto que, segundo ele, continua dando certo no que se refere ao crescimento do Ceará. “Nós não podemos jogar tudo isso fora e, sim, manter essa coesão para que possamos ter um candidato forte da aliança para ganhar a eleição e substituir bem o governador Cid Gomes”, alfineta.

Com informações do jornal O Estado


Curtir: