Articulação

Guimarães defende abertura de conselho a aliados

Guimarães defende abertura de conselho a aliados. Foto: Divulgação
Guimarães defende abertura de conselho a aliados. Foto: Divulgação

O vice-presidente do PT e líder do governo na Câmara, José Guimarães, defende o ingresso do PMDB e de outros partidos aliados no conselho político da presidente Dilma Rousseff, responsável pelas decisões centrais do governo.

Atualmente, o núcleo duro de Dilma é composto apenas pelo PT.

Novos espaços
Além da ampliação do núcleo para outros partidos, Guimarães defende que é necessário criar espaços para líderes partidários e presidentes das legendas aliadas no processo de recomposição da base de apoio ao governo. “É preciso que seja criado um Conselho Político com líderes da base aliada e presidentes dos partidos, com reuniões a cada 15 dias, para se fazer a discussão de temas importantes na área econômica e de reformas necessárias ao País”, ressalta.

Defesa
O líder do governo também defende, neste novo modelo de governabilidade, a participação direta junto aos congressistas dos ministros para discutir e esclarecer as propostas relacionadas às respectivas pastas. “Temos que ter a presença dos ministros aqui na Casa, a ausência deles é um desserviço ao governo. Um ministro, por mais técnico que seja, não pode virar as costas para o Congresso”, afirmou.

Reuniões
Nesta semana, integrantes da equipe econômica do governo, comandada pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, passaram a realizar encontros com representantes dos partidos aliados para defender a aprovação dos ajustes fiscais encaminhados ao Congresso.

Resultados
“Acredito que esse modelo é o mais sadio que pode dar resultados à nova governabilidade. Sem esquecer, jamais, a governabilidade na área social, com ações junto aos setores. Acredito que entraremos num novo período de governabilidade”, avaliou Guimarães.

Com informações das Agências


Curtir: