Congresso

Guimarães quer regime de urgência para nova proposta que transforma corrupção em crime hediondo

Guimarães quer regime de urgência para nova proposta que transforma corrupção em crime hediondo
Guimarães quer regime de urgência para nova proposta que transforma corrupção em crime hediondo

O líder do PT na Câmara Federal, deputado José Guimarães (CE), promete solicitar regime de urgência constitucional para votar o Projeto de Lei, de autoria do Executivo, que transforma em crime hediondo os casos de corrupção em todas as esferas do Estado.

Mais
A proposta estende o rigor para o Poder Executivo, passando pelo Judiciário, Legislativo, Forças Armadas e até membros do Ministério Público, e avança a atual jurisprudência para além do que foi aprovado pelo Senado Federal na semana passada.

Leia aqui:
Senado aprova projeto que transforma corrupção em crime hediondo

Aprovado
Na última quarta-feira (26/06), o Senado aprovou o PLS 204/11, de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MG), que também trata do mesmo assunto. “Nós vamos requerer urgência porque temos que avançar: a questão do crime hediondo tem que ser estendida e se tornar uma norma geral para o País, que valha para políticos, deputados, senadores, servidores públicos, membros do Ministério Público, juízes, para todos”, explica Guimarães.


Curtir: