Ceará

Heitor Férrer critica inclusão da Cagece em lista de concessões do Governo

Heitor Férrer critica inclusão da Cagece em lista de concessões do Governo

O deputado Heitor Férrer (PSB) criticou, durante sessão plenária desta quinta-feira (09/03), a inclusão da Cagece na lista de concessões anunciadas pelo Governo Federal esta semana.

De acordo com o parlamentar, água é um bem essencial e a privatização do órgão vai trazer prejuízos para a população. Heitor Férrer explicou que, sob a gestão da iniciativa privada, a busca por lucros, “indispensável ao empresariado, irá elevar o preço da água, que já está cara”. “Privatizem outras coisas. O Castelão, o Dragão do Mar, aquele aquário, mas a Cagece não”, defendeu.

O parlamentar disse ainda que o Governo do Estado deve “refazer seus cálculos”. “Vejam o que deve ser enxugado na Cagece, revejam os terceirizados, façam o que deve ser feito para que o próprio Estado não dê atestado de incompetência e a sociedade tenha que pagar pelo prejuízo”, acrescentou.

RJ
O parlamentar afirmou que a privatização da companhia que fornece água ao estado do Rio de Janeiro já foi autorizada pelo Governo Federal, “e o mesmo deve acontecer aqui”. “A sociedade deve se mobilizar contra isso”, frisou.

Boa administração
Na ocasião, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) ressaltou que a Cagece é um órgão bem administrado e possui uma das águas mais baratas do Brasil, mesmo com as perdas por vazamento ou acessos irregulares. “Temos que lembrar que é um ano difícil, há muito gasto em energia e manutenção das estações, que levam água para os municípios mais distantes”, pontuou, reforçando que “nesse momento, o custo da água tende a encarecer”.

Contra
Já o deputado Roberto Mesquita (PSD) afirmou que “o Governo não pode vender o que é essencial”. Ele explicou que nunca houve prioridade, por parte dos governos, em ampliar a rede de esgotamento sanitário. “Menos da metade de Fortaleza dispõe de saneamento básico, enquanto a população só cresce. Os canos que abastecem a cidade estão velhos, o que torna a água ruim e gera uma boa desculpa para essa privatização. Isso para mim é um golpe, que nós já vimos antes”, afirmou.

Com informações da AL


Curtir: