ALEC
Atualizado em: 15/06/2011 - 7:49 pm

Heitor Férrer diz que negar pedido para que STJ processe Cid Gomes é um "dever cívico"

O deputado Heitor Férrer (PDT) disse, em pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (15/06), que a Assembleia Legislativa tem o dever cívico de negar o pedido de autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar o governador cearense, acusado de injúria e difamação pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

“Enquanto Cid Gomes estiver à frente do Poder Executivo Estadual é responsabilidade deste Parlamento resguardar o governante do Estado. Autorizar isso seria fragilizar a figura mais importante e que representa a todos os cearenses. O gestor precisa da tranquilidade para governador”, defendeu.

Leia mais: 
Cid lança “Rally dos buracos”, classifica ministério dos Transportes de “laia” e Dnit de “quadrilha”  

Áudio: Cid diz que Ministro é ” inepto, incompetente e desonesto”  
Ministro dos Transportes pede prisão de Cid Gomes

Elogios
Heitor Férrer elogiou a postura de Cid Gomes de manter suas afirmações acerca do ministro, chamado por ele de “inepto, incompetente e desonesto”, e de querer provar que as mesmas têm fundamento. 

“Como chefe de Estado, Cid não pode proceder com este destempero e criar caso com um gestor federal, porque prejudica o Ceará. Faltou a devida inteligência emocional, mesmo que as afirmações de Cid sobre a situação das BRs no Ceará representem o desejo dos cearenses”, disse.

E reforçou: “Nossa posição não é de barrar o processo contra o governador, mas suspendê-lo até que Cid Gomes deixe o cargo e assim responda não mais como governador, mas como cidadão. Queremos apenas que ele tenha tranquilidade de governar o Estado sem a guilhotina de um processo judicial”.

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me