Bastidores

Heitor Freire acompanha comitiva de Bolsonaro em visita ao Nordeste

Deputado participa de comitiva do presidente em Pernambuco nesta sexta-feira

Convidado para integrar a comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que seguiu para Pernambuco na manhã desta sexta-feira, dia 24, o deputado federal Heitor Freire (PSL-CE) agradeceu a ação imediata tomada por Bolsonaro, quando destacou a Força Nacional de Segurança Pública para atuar no Ceará, contra a onda de violência, no início do ano.

O parlamentar acompanha o presidente nas agendas em Recife e Petrolina, onde Bolsonaro participará, por exemplo, da entrega de empreendimento do programa federal Minha Casa Minha Vida.

Heitor Freire considera estratégica a viagem do presidente ao Nordeste para se aproximar da população da região, e ainda estreitar o relacionamento com autoridades locais para captar as demandas e elaborar ações que gerem benefícios a todos os cidadãos.

“Aproveitei a oportunidade e solicitei atenção aos empreendedores do Ceará, que pedem socorro, pois a gestão estadual prioriza a arrecadação e a manutenção do poder ante o estímulo ao empreendedorismo. Além disso, precisamos de acesso ao crédito, juros mais justos e competitivos, e proteção contra a indústria da multa ambiental que trava o desenvolvimento há anos, especialmente no turismo”, adiantou o deputado federal.

Urgente
O parlamentar ainda relatou ao presidente Bolsonaro que, nas viagens que fez pelo interior do Ceará, constatou cenário preocupante e urgente: pobreza, desemprego, falta de saúde pública e violência. “Quem quer um Brasil melhor precisa estar com o povo, ter esse contato mais próximo, para que possa adotar as medidas cabíveis que transformem efetivamente a vida dos mais pobres do interior. E uma das demandas prioritárias, sem dúvida, é a do abastecimento de água, que o presidente já sinalizou que tratará com muita seriedade”, afirmou Heitor Freire.

Oligarquia
O deputado também chamou a atenção do presidente para a “necessidade de libertar o Ceará” do que classifica como “uma oligarquia que explora o estado há anos em causa própria”. “Vamos fazer tudo ao nosso alcance para atender o povo cearense, e temos a confiança que esse trabalho será reconhecido, apesar da oposição inconsequente que vem sendo praticada”, finalizou.

Com informações da Assessoria


Comentários: