Fortaleza Greve

Ilegalidade da greve: Samu contesta decisão da Justiça

Servidores da prefeitura durante audiência na Câmara de Vereadores de Fortaleza em 2011. Foto; Kézya Diniz

Em contato com o Jangadeiro Online, o Sindifort informou que não foi notificado sobre a decisão de ilegalidade da greve do Samu, e questiona a determinação do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-Ce).

Segundo a presidente do Sindifort, Nacélia Silva, o decreto de ilegalidade não vale porque a categoria não entrou oficialmente em greve. “Como pode haver greve se 100% dos servidores estão trabalhando?” questiona.

A paralisação total só deve ocorrer a partir da próxima quinta-feira (9). Mesmo assim, caso a decisão do TJ seja persistente, os servidores garantiram que vão recorrer.

Leia mais:
Samu e IJF confirmam paralisação por tempo indeterminado
Justiça determina que greve do SAMU é ilegal

Redação Jangadeiro Online, com informações do Sindifort