Conexão Assembleia

Inácio Arruda detalha expansão do ensino superior cearense no Conexão Assembleia

Inácio Arruda detalha expansão do ensino superior cearense no Conexão Assembleia

O Conexão Assembleia, programa da rádio FM Assembleia (96,7MHz), recebeu, nesta segunda-feira (14/03), o ex-senador Inácio Arruda. Na entrevista à jornalista Kézya Diniz, ele ressaltou a importância da expansão do ensino superior para o desenvolvimento do Estado, detalhando o processo de interiorização da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Segundo Inácio Arruda, que esteve à frente da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece) até dezembro de 2021, o concurso público para professores anunciado em fevereiro deste ano pelo Governo do Estado é o maior já realizado na história da Uece. “A interiorização da educação superior é um grande instrumento para o desenvolvimento. Todo um diálogo para isso fez com que a expansão da Uece iniciasse em 2015 e viesse até agora, 2022. Nesse bojo, houve um concurso, em 2015, para 200 professores e já foi anunciado, no último ano de governo, mais um concurso com 700 vagas”, pontuou.

Ainda na área de educação superior, Inácio Arruda observou que, até 2027 o Ceará tem a meta de investir 2% da arrecadação dos impostos estaduais nas áreas de ciência e tecnologia. De acordo com o ex-senador, atualmente os investimentos estaduais na área estão em 1,01%. “Não fossem essas decisões de estabelecer metas de ampliação dos investimentos em ciência, tecnologia e pesquisa científica, nós não teríamos tido a condição de cobrir muitas bolsas de pesquisa e programas de suporte em laboratórios nas universidades quando o Governo Federal retirou investimentos”, acrescentou.

Sobre a Feira do Conhecimento, lembrou que a iniciativa do Governo do Ceará, por meio da Secitece, reúne pessoas de diversas áreas do conhecimento, estudantes, jovens empreendedores, profissionais, professores, pesquisadores e empresários. Conforme pontuou o ex-secretário, os estados normalmente financiam feiras para que empresas “de fora” venham para mostrar seus produtos. No entanto, é necessário valorizar e dar destaque para o que está sendo produzido localmente.

“Precisamos mostrar o que nossas universidades produzem, o que está sendo pesquisado, quais as linhas de pesquisa mais importantes dentro das nossas universidades. Então colocamos isso em uma feira, para que as pessoas, a comunidade e os empresários possam ver. Aí a gente se associa com eles. A feira virou uma marca e já está no Calendário Oficial de Eventos do Ceará”, afirmou.

O ex-secretário revelou que está em debate a transformação do suporte às olimpíadas, realizadas com estudantes na educação fundamental e no ensino médio, em programa permanente da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará, por meio de lei estadual.

Cenário
Inácio Arruda, que também foi de vereador, deputado estadual e federal, avaliou o cenário político no Brasil. Para ele, o Governo Federal, por meio do presidente Jair Bolsonaro, é “um governo de desmonte do que estava sendo feito”, e a falta de propostas boas para o Brasil tem feito com que partidos se unam para discutir um projeto para “derrotar esse programa em curso no Brasil, representado por Bolsonaro”. “Isso é uma corrente que envolve segmentos. Tem empresários, indústria, comércio, tem gente das áreas acadêmicas e do meio do povo, igrejas. Tudo isso em volta de uma figura desastrada, mas que está aí”, disse.

Ainda conforme Inácio Arruda, a ideia é criar condições para derrotar a corrente “bolsonarista” e ter vitoriosa uma corrente que pense em propor muitos projetos para o desenvolvimento, geração de emprego, de riquezas, programas sociais. “É construir um caminho de retomada de esperança, de alegria de ser brasileiro. Ter um projeto mais ousado, porque condições existem. Muita coisa pode ser feita”, assinalou.

Para acompanhar a entrevista da jornalista Kézya Diniz com o ex-senador Inácio Arruda na íntegra, basta clicar no link da transmissão no YouTube.

Conexão
O Conexão Assembleia é um programa multiplataforma da rádio FM Assembleia (96,7MHz), transmitido nas redes sociais da Assembleia Legislativa do Ceará, no YouTube e no Facebook, às segundas-feiras, a partir das 8h. A produção é veiculada também na TV Assembleia, às segundas-feiras, às 20h30.O programa também fica disponível no podcast da emissora. Basta procurar o canal nas principais plataformas de áudio, como Spotify, Deezer, Apple Podcasts e Google Podcasts.


Curtir: