Ceará

Saída de “deputados secretários” abre espaço na AL para Inês, Antonio Carlos e Mailson

Volta de “deputados secretários” para o governo, muda a composição da Assembleia. Plenário da Assembleia Legislativa. Foto: AL

Com a saída dos deputados estaduais do PT, Nelson Martins, Camilo Santana e Francisco Pinheiro, o caminho está livre para a volta de três suplentes. Assim, voltam a ocupar vaga na Assembleia Legislativa, os deputados Antonio Carlos (PT), Inês Arruda (PMDB) e Mailson da Cruz (PRB).

Passado o período de desincompatibilização, Nelson, Camilo e Pinheiro voltaram a ocupar, respectivamente, as secretarias de Desenvolvimento Agrário, Cidades e Cultura do governo Cid Gomes. Eles tinham deixado as secretarias para aguardar a definição da aliança eleitoral entre PT e PSB.

Não deu
Camilo Santana era um dos pré-candidatos do PT para a disputa. Nelson Martins também teve o nome cotado para representar o PT, com o apoio de Cid Gomes na eleição deste ano. As duas legendas romperam e lançaram candidaturas próprias nas eleições de 2012 em Fortaleza.

Fica Ivo!
Já o ex-chefe de gabinete do governador, Ivo Gomes (PSB), que retornou à Assembleia na mesma época dos petistas, deve continuar ocupando cadeira de deputado estadual.

Oposição?
O deputado Antonio Carlos foi líder do governador Cid Gomes na Assembleia mas agora deve manter uma postura diferente. O petista é ligado a prefeita Luizianne Lins (PT) que depois do rompimento com o governador já disparou críticas contra a administração do Estado. Antonio Carlos é o coordenador da campanha de Elmano de Freitas, o candidato do PT à prefeitura de Fortaleza.


Curtir: