Nacional

Investigações adiam divulgação do balanço trimestral da Petrobras

Graça Foster é a presidente da Petrobras
Graça Foster é a presidente da Petrobras

A presidente da Petrobras, Graça Foster, disse nesta segunda-feira (18) que a estatal não está pronta para apresentar os balanços contábeis do terceiro trimestre de 2014. Os dados deveriam ter sido divulgados na última sexta-feira (14), mas o anúncio foi suspenso porque a auditoria responsável pelas contas da companhia, a PricewaterhouseCoopers, se recusou a assinar o balanço.

“Em face das eventuais denuncias e investigações da Operação Lava Jato, a companhia não está pronta para divulgar as demonstrações contábeis do terceiro trimestre de 2014, pois essas denúncias, se verdadeiras, podem impactar potencialmente tais demonstrações”, declarou Graça Foster, ao iniciar a apresentação do balanço operacional.

As revelações do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Yousseff, emendou, “podem levar a possíveis ajustes nas demonstrações contábeis”, admitiu a presidenta da estatal. “Portanto, há necessidade de mais tempo”, completou, assinalando que 66 medidas de governança estão sendo tomadas internamente.

Leia ainda:
Empreiteiras apresentaram notas e contratos falsos a juiz da Lava Jato
PF prende ex-diretor da Petrobras e mais 20 envolvidos na Operação Lava Jato
PF conclui 2º dia de depoimentos de presos na Lava Jato
Dilma diz que investigações da Lava Jato podem mudar país para sempre

Produção
A Petrobras apresentou, na manhã desta segunda, os resultados operacionais do terceiro semestre, com 6,5% de crescimento da produção em relação ao segundo trimestre e 12,1%, na comparação com o terceiro trimestre de 2013. Em outubro, a média de produção de barris de petróleo por dia chegou a 2.126 e atingiu o pico da série histórica.

Com informações da Agência Brasil


Curtir: