Tribunais

Joaquim Barbosa já mostra sua marca nos primeiros dias como presidente do STF

Joaquim Barbosa já mostra sua marca nos primeiros dias como presidente do STF. Foto: SCO/STF

O ministro Joaquim Barbosa mostrou em sua primeira semana no cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) a marca que pretende deixar ao longo dos dois anos de gestão. A popularidade conquistada como relator do mensalão rendeu ao ministro inúmeros convites para participar de eventos. O mais recente partiu do bloco-afro da Bahia Ilê Aiyê, que pretende homenagear in loco o primeiro negro a chegar ao comando do STF.

Leia ainda:
Joaquim Barbosa assume presidência do STF e critica desigualdade no acesso à Justiça

Rápido e certeiro
Na última segunda-feira, Joaquim Barbosa conduziu sua primeira sessão como presidente do STF. Mostrou-se um coordenador. Não se envolveu em embates. Conduziu bem o penúltimo dia de dosimetria do julgamento do mensalão, do qual é o relator. Ele também conseguiu imprimir celeridade à análise, conseguindo definir em uma só tarde as penas de seis réus.

CNJ
No dia seguinte, terça-feira, estreou no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ele presidiu a sessão que terminou com mais rapidez que o habitual. Os encontros quinzenais do CNJ costumam se arrastar até as 13h, antes do almoço, e, na volta, se estendem até a noite. Com Barbosa foi diferente. Às 11h30, a reunião foi suspensa e, à tarde, foi encerrada antes das 17h30.

Com informações do Correio Braziliense


Curtir: