Bastidores

José Arnon defende volta da CPMF

Arnon Bezerra é presidente estadual do PTB
Arnon Bezerra é presidente estadual do PTB

O deputado federal José Arnon Bezerra (PTB) defende o retorno da CPMF, justificando que a saúde pública do Brasil está sem os recursos necessários e, por isso, funcionando muito abaixo das necessidades.

“Ninguém gosta de pagar imposto, principalmente a criação de mais um, mas, se não ter outro jeito, é preciso aceitar a aprovação, pelo Congresso Nacional, da volta da CPMF”, diz.

Arnon acrescenta que, dessa vez, a CPMF tem dois sentidos necessários: “Uma metade, para reforçar o caixa da previdência social e a outra, para melhorar a saúde dos municípios e dos estados”, lembra. O parlamentar salienta que, no governo Fernando Henrique houve essa fonte de recursos, mas a oposição, com maioria, fez a derrubada dela, piorando o SUS.

Saúde
O parlamentar reconhece que, antes, o dinheiro da CPMF foi desvirtuado, ou seja, colocado em outro segmento, mas agora, no caso de aprovação, vai para as “áreas certas”, com mecanismo para evitar o desvio. “Esse imposto que ninguém gosta vai propiciar um grande alívio na saúde, porque terá mais por ano acima de R$ 50 bilhões”, reforça.

Crise
O deputado analisa que a crise da saúde pública é em função de má gestão e acelera que o pior ainda é a falta de recursos que o Governo não está possibilitando agora de suprir. “A maior crise de saúde pública agora é em todo o País”, afirma, pontuando que o Rio de Janeiro recebeu maior ajuda do Governo Federal.

Previdência
Com relação à reforma da Previdência Social, projeto do Governo Dilma, ponderou que o problema, hoje, não é só no Brasil, mas entre todos os países. O deputado é favorável a reforma, justificando que, se ela não for feita, vai chegar o tempo em que não vai ser possível pagar os aposentados.

Com informações do OE


Curtir: