Corrupção

Justiça mantém prisão de vice-prefeito afastado de Senador Pompeu

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) negou habeas corpus para Luís Flávio Mendes de Carvalho, vice-prefeito afastado do Município de Senador Pompeu. A decisão foi proferida nesta segunda-feira (14).

A defesa do vice-prefeito afastado alegou não haver elementos concretos que justifiquem a custódia. Sustentou ainda que Luís Flávio Mendes possui condições favoráveis para acompanhar o andamento do processo em liberdade. Ao analisar o caso, a 2ª Câmara Criminal negou o pedido de liberdade.

Segundo o relator, desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, a manutenção da prisão está fundamentada na garantia da ordem pública. O juiz ressaltou que o fato de ser réu primário e os bons antecedentes não bastam para a restituição da liberdade. “Há a necessidade de se manter o cárcere tendo em vista as investigações  que apontam esquema criminoso”.

Relembre o caso
Luís Flávio Mendes teve prisão preventiva decretada, juntamente com o prefeito de Senador Pompeu, Antônio Teixeira de Oliveira, e outras 29 pessoas, em 21 de junho deste ano. Ele foi denunciado pelos crimes de formação de quadrilha, falsificação de documentos, desvio de recursos públicos e fraude em licitações.

Leia mais:
Justiça bloqueia bens do prefeito de Senador Pompeu
Prefeito e vice de Senador Pompeu se entregam à Polícia

MP pede afastamento de prefeito de Senador Pompeu

Impeachment de prefeito de Senador Pompeu pode ser votado nesta terça

Com informações do TJCE

One thought on “Justiça mantém prisão de vice-prefeito afastado de Senador Pompeu

  1. acho desconfiavel que a justiça prenda um prefeito, e não consegue apresentar ao povo as provas constantes no processo, após 05 meses de investigação, e julgá-lo culpado ou inocente.

Comments are closed.