Eleições 2014

Justiça proíbe publicidade com imagem de Campos como candidato

Justiça proíbe
Justiça proíbe publicidade com imagem de Campos como candidato

A Justiça Eleitoral vetou o uso da imagem do ex-governador Eduardo Campos como candidato à Presidência em novas peças de propaganda.

O desembargador Júlio Cezar Santos da Silva, do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), acatou parcialmente o pedido de liminar do Ministério Público Eleitoral do Estado e arbitrou multa de R$ 15 mil caso haja distribuição de novo material publicitário que sugira que Campos ainda é o cabeça da chapa.

Nova candidata
A atual candidata à Presidência pelo PSB é a ex-senadora Marina Silva. Ela assumiu a posição de Campos, que morreu em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista, no dia 13 de agosto. O posto de vice da chapa foi ocupado pelo deputado Beto Albuquerque (PSB-RS).

Retirada de material
O Ministério Público Eleitoral também havia solicitado à Justiça a retirada, em 72 horas, de toda a publicidade já divulgada, o que foi negado pelo desembargador. O caso ainda será apreciado pelo pleno do TRE-PE.

Com informações do Folha Press


Curtir: