Bastidores

Lopes cobra esclarecimento da Petrobras sobre fechamento de Usina em Quixadá

Lopes cobra esclarecimento da Petrobras sobre fechamento de Usina em Quixadá
Lopes cobra esclarecimento da Petrobras sobre fechamento de Usina em Quixadá

A Usina de Biodiesel de Quixadá teve o seu fechamento confirmado oficialmente pela Petrobras para o início de novembro, o que deverá gerar prejuízos para o Ceará , principalmente para agricultores, pescadores e catadores de recicláveis, além de considerável impacto ambiental.

Para destacar a importância dessa unidade para o desenvolvimento do Estado e a geração de emprego e renda, tentando impedir que sejam fechadas as portas da usina implantada em 2008, o deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) cobra esclarecimentos da Petrobras e solicitará reunião com o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

Incompreensão
“Enquanto o mundo caminha na direção do combustível mais limpo e menos poluente, a notícia do fechamento da usina de biodiesel de Quixadá causa surpresa e incompreensão. Caso venha a ser confirmada, vai representar um enorme prejuízo para as famílias que foram incentivadas pela mesma Petrobras a plantar mamona para fornecer à usina”, alerta o deputado Chico Lopes, apontando danos para a agricultura familiar, fomentada pela própria Petrobras, que fornecia sementes e assistência técnica aos agricultores.

Prejuízos
“Além dos agricultores, também serão prejudicados os pescadores que vendiam óleo de peixe e os catadores que vendiam materiais recicláveis com resíduos de óleo”, aponta Chico Lopes, ressaltando que, segundo a própria Petrobras, pelo menos 1.300 agricultores familiares terão prejuízo caso o fechamento da usina venha a se confirmar.

Demanda
“Vamos à Petrobras levar os argumentos dos técnicos que entendem dessa área e que já apontaram que existe, sim, uma demanda muito grande pelo biodiesel. A continuidade da usina está mais do que justificada”, diz, citando cálculo do engenheiro químico Expedito Parente Júnior (filho do grande inventor do biodiesel, Expedito Parente) demonstrando que a usina poderia até dobrar a sua produção, que ainda assim haveria demanda para o combustível no Ceará e nos estados vizinhos.

Só no Ceará?
“Outro ponto a ser esclarecido pela Petrobras é por que ela informa, no seu comunicado oficial, que somente a usina de biodiesel do Ceará é que será fechada, enquanto as outras usinas, em Minas Gerais e na Bahia, vão continuar a funcionar”, acrescenta Chico Lopes.

“Por que esse tratamento diferenciado, se aqui há demanda para o biodiesel e se a própria Petrobras fez todo esse investimento na usina de Quixadá, inclusive mobilizando a população em torno desse empreendimento? Somos a favor da continuidade do funcionamento das três usinas, inclusive da cearense. Exigimos explicações e vamos lutar pela continuidade das atividades da usina de Quixadá”, complementa o parlamentar.


Curtir: