Ceará

Luiza Erundina participa de Seminário Memória, Verdade e Justiça em Fortaleza

Luiza Erundina vem a Fortaleza para acompanhar seminário na AL

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa promove nesta sexta-feira (27), a partir de 8h30, no Complexo de Comissões Técnicas da Casa, o I Seminário Memória, Verdade e Justiça, com a presença da deputada federal Luiza Erundina (PSB-SP). A iniciativa atende à solicitação da deputada Eliane Novais (PSB), presidente do colegiado.

Comissão da Verdade
O encontro vai reunir os diversos agentes da sociedade e das esferas de poder para discutir o real papel da Comissão Nacional da Verdade. De acordo com Eliane, “um Brasil democrático só é possível se buscarmos conhecer nossa verdadeira história”.

Programação
Na parte da manhã, na sequência abertura do evento, acontece a Mesa I sobre o tema “A Experiência de Construção de Espaços de Memória”, com palestras de Amparo Araújo, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Cidadã da Prefeitura de Recife (PE), e do professor Regis Lopes Ramos, do Curso de História da Universidade Federal do Ceará.

 À tarde
Às 14h30, será realizada a Mesa II com palestra de Luiza Erundina sobre “As Perspectivas da Comissão Nacional da Verdade no Brasil”, e participações de Eliane Novais; Mário Mamede, superintendente do Instituto de Previdência do Município e ex-subsecretário de Direitos Humanos da Secretaria Especial de Direitos Humanos; Mário Miranda Albuquerque, conselheiro da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e membro do Comitê de Acompanhamento da Sociedade Civil em apoio ao Memorial da Anistia do Brasil/Ministério da Justiça.

E ainda
Participam ainda Messias Pontes, presidente da Associação Anistia 64/68; Lúcia Rodrigues Alencar Lima, presidente do Instituto Frei Tito de Alencar e membro do Comitê de Acompanhamento da Sociedade Civil em Apoio ao Memorial da Anistia do Brasil/Ministério da Justiça; Demitri Nóbrega Cruz, secretário de Direitos Humanos de Fortaleza e Marcelo Uchoa, titular da Coordenadoria de Políticas Públicas dos Direitos Humanos do Governo do Estado. As duas Mesas serão seguidas de debates.

Com informações do site da AL


Curtir: