Fortaleza Polêmica

Luizianne diz que Prefeitura fará representação contra Ricardo Rocha junto ao Conselho Nacional do Ministério Público

Luizianne diz que promotor tenta prejudicar Prefeitura com uso político de um erro técnico. Município promete enviar representação contra Ricardo Rocha ao Conselho Nacional do Ministério Público. Foto: Divulgação

Em entrevista concedida na noite de quarta-feira (03), após o comício do candidato Elmano de Freitas (PT), na Praça do Ferreira, a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, falou à imprensa sobre as denúncias do Ministério Público de acúmulo de cargos envolvendo servidores da gestão e até a mãe dda prefeita.

Segundo Luizianne, trata-se do uso político de um problema técnico. “Não é a primeira vez que o sr. Ricardo Rocha tenta prejudicar a Prefeitura e a mim com denúncias vazias e irresponsáveis. A Prefeitura entrará com representação contra o promotor junto ao Conselho Nacional do Ministério Público”, disse.

Leia aqui:
MPE denuncia Luizianne e Elmano por improbidade administrativa

Sem problema
A prefeita reafirmou que “não há nenhuma irregularidade”, explicando que “o Sistema de Informações Municipais (SIM) enviado pela Prefeitura de Fortaleza gerou uma interpretação equivocada por parte do TCM no que se refere às horas trabalhadas, em mais de 3 mil servidores. O Município já pediu ao TCM alteração no SIM e retificação das informações para que estes servidores não sejam prejudicados. Isso está sendo requentado porque o Elmano é líder nas pesquisas”.

Tem mais?
Ainda segundo Luizianne Lins, a prova do uso político está na escolha dos nomes citados na denúncia. “Por que o promotor não falou de outros servidores que estão na mesma situação? Na lista de 3 mil constam o Elpídio Nogueira, o Iraguassu Teixeira, o Rogério Pinheiro, o Rômulo Correia Férrer, Dr. Ciro, Mariano de Freitas e José Maria Pontes. Nenhum deles foi citado porque a intenção é claramente política”, alfinetou.


Curtir: