Eleições 2014

Luizianne Lins articula palanque separado de Cid e Ciro

Luizianne Lins já declarou que não subirá no palanque de Camilo Santana. Foto: Divulgação
Luizianne Lins já declarou que não subirá no palanque de Camilo Santana. Foto: Divulgação

Colocada em situação constrangedora por ter os irmãos Ferreira Gomes (Pros) na articulação da candidatura do PT ao governo do Ceará, a ex-prefeita Luizianne Lins (PT) pode ganhar um palanque separado para defender a reeleição de Dilma Rousseff. Segundo se especula nos bastidores, a estratégia evitaria um racha interno do PT e, consequentemente, abafaria possíveis prejuízos à campanha em prol da candidatura de Dilma no Ceará.

A informação é do deputado federal José Airton Cirilo (PT) que, em entrevista ao jornal O Estado, ressaltou que Luizianne deverá se engajar na campanha para Camilo Santana, candidato ao governo do Ceará e apoiado pelos partidos da base de sustentação do governador Cid Gomes (Pros). Luizianne, desde 2012, faz oposição ferrenha aos Ferreira Gomes e à gestão Roberto Cláudio (Pros).

Dilma e Lula
Segundo ressaltou o parlamentar, este possível palanque será formado para que possa também abrigar Dilma e o ex-presidente Lula, caso os dois decidam desembarcar em terras alencarinas. Para ele, Luizianne tem razão de não participar do mesmo palanque que Cid, Ciro e Roberto Cláudio, já que, conforme ele, a petista foi “massacrada” na disputa do pleito municipal. “A Luizianne tem direito de externar a sua situação política no Ceará, porque ela tem divergência com os Ferreira Gomes, e nós do PT temos a obrigação de ficarmos ao lado dela”, manifestou, em referência ao posicionamento de Luizianne.

Sem problemas
Desta forma, o PT tenta encontra a melhor fórmula para que a ex-prefeita não fique “desconfortável”, e também não crie encrencas para a candidatura de Camilo Santana. Internamente, os petistas sabem que Luizianne tem boas relações com a cúpula nacional da sigla. O principal desafio do partido é obter a simpatia de Lins para o arranjo político articulado por Cid.

Longe de Cid e Ciro
Luizianne, porém, já avisou que não subirá no palanque de Camilo, em virtude de o candidato petista possuir uma identificação mais forte com o governador Cid Gomes do que com o PT. “Minha preocupação é saber se o Camilo Santana vai continuar o projeto do Cid, com a grife do PT”, disse a ex-prefeita durante caminhada de abertura de sua candidatura à Câmara dos Deputados, no último dia 6 de julho, lembrando, ainda, que Cid “traiu” todos os seus apoiadores políticos. “Fizeram isso com Tasso Jereissati, fizeram comigo e estão fazendo com o Eunício. É o ‘modus operandi’ de iludir e depois cometer esse tipo de traição”, afirmou Luizianne.

Leia ainda: 
Luizianne Lins não subirá no palanque de Camilo Santana

Com informações do OE


Curtir: