Bastidores

Lula pede Diretas Já e renuncia de Temer: “saia logo”

Lula disse que acusações da Lava Jato lhe dão “vontade de disputar a eleição” de 2018. Foto: Reprodução do Facebook

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu neste sábado (20) que sejam realizadas eleições diretas no país o mais cedo possível, com a saída de Michel Temer da Presidência da República.

“O que queremos é eleição direta. Queremos que o Temer saia logo”, resumiu o ex-presidente, durante evento do diretório municipal do PT de São Bernardo do Campo, ao qual é filiado. “Podem ter certeza de que estarei na trincheira junto com vocês para recuperar a democracia neste país”.

2018
Ao ouvir gritos de “Lula presidente”, o petista voltou a dizer que as acusações de que é alvo na Operação Lava Jato lhe dão “vontade de disputar a eleição”. “Eu tinha imaginado que não seria mais candidato a nada. Agora, com essa provocação, quantidade de denúncia, arrumando coisa toda semana, isso me dá vontade de disputar eleição”, afirmou.

Dilma
De acordo com ele, o impeachment contra a presidente eleita Dilma Rousseff está cada vez mais se tornando claro como uma manobra que tinha por objetivo final subtrair direitos dos trabalhadores: “O tempo provou que o golpe foi contra o Povo. Aumentou a corrupção, aumentou o desemprego, aumentou a desilusão, caiu o salário…”

Reformas
Ele ainda destaca que as “reformas” da Previdência e trabalhista são os pontos principais deste desmonte, e precisam ser interrompidas o quanto antes. “Eles dizem que estão fazendo reformas. Reforma a gente faz pra melhorar algo. Eles estão fazendo uma demolição. Eles estão limitando o acesso das pessoas às coisas que nós produzimos. Um governo voltado para o mercado. Não se governa para o mercado, se governa para o povo”, disse.

Com informações do Jornal do Brasil


Curtir: