Ceará

Mapa da Violência 2012 aponta aumento no número de mortes violentas no Ceará

Mapa da Violência 2012 no Ceará aponta mais crimes no interior (Foto: Reprodução)

O índice de homicídios no Ceará em 2010 aumentou em relação ao registrado em 2009, segundo a pesquisa Mapa da Violência 2012, divulgada pelo Instituto Sangari, nesta quarta-feira (14). Os resultados são obtidos por meio dos dados do Ministério da Saúde.

De acordo com a pesquisa, em 2010 foram contabilizadas 2.514 mortes violentas no Estado contra 2.168 de 2009.

O resultado colocou o Ceará na 14ª colocação em número de óbitos a cada 100 mil habitantes. O Estado chegou a ocupar o 17º lugar no ano 2000. Levando em conta apenas a região Nordeste, o Ceará está na 6ª posição na taxa de mortes violentas.

Os Estados que lideram o ranking são Alagoas, Espírito Santo e Pará. Já os que ocupam as últimas posições são o Piauí, São Paulo e Santa Catarina.

Aumento em municípios menores
Em relação ao ano 2000, diminuiu o número de municípios que não registraram nenhum homicídio durante o ano. Apenas 27 cidades cearenses conseguiram tal feito em 2010. Em contrapartida, aumentou o número de municípios que obtiveram taxas acima da média nacional, de 11 para 46, que equivale a 25% do Estado.

No Ceará houve uma forte dispersão do foco de violência. Houve crescimento no número de casos em 90 municípios entre 5 mil e 20 mil habitantes, como Antonina do Norte, São João do Jaguaribe, Jaguaribara e Jijoca de Jericoacoara.

Capitais
Dentre as capitais, Fortaleza ocupa a 12ª colocação levando em conta a taxa de mortes violentas. Foram registrados 45,9 assassinatos a cada 100 mil habitantes na maior cidade do Ceará.

Maceió-AL, João Pessoa-PB e Vitória-ES lideram entre as capitais mais violentas. O índice de mortes é menor em Palmas-TO, Campo Grande-MS e São Paulo-SP, que ocupa a última posição na lista.

Brasil
Segundo o Mapa da Violência, foram registrados 49.932 mortes violentas no Brasil em 2010. O número caiu em relação a 2009, quando foram contabilizadas 51.434 mortes. Porém ainda é bem superior ao da primeira pesquisa, realizada em 1980 que registrou 13.910 casos.

Apesar da redução, o número de pessoas vítimas da violência no país é maior do que a de alguns conflitos como as Guerras da Chechênia e do Golfo. O índice de mortes também é maior do que os apresentados em países como Iraque, Sudão e Afeganistão, que atualmente enfrentam conflitos armados.

Entre os fatores apontados para o número elevado de mortes estão a violência gerada pelo tráfico de drogas e o alto número de acidentes de trânsito. Confira o Mapa da Violência 2012 na íntegra clicando aqui.

Leia mais:
Mapa da Violência 2011: MJ lança diagnóstico da violência no país
MP realiza fórum sobre combate à violência contra a mulher

Crescem mortes por violência no Nordeste

Da Redação do Jangadeiro Online