Conexão Assembleia

Maria da Penha reivindica Casa da Mulher Brasileira em todo o Brasil

Programa Conexão Assembleia conversa com a ativista em direitos humanos, Maria da Penha. Foto: Leomar

No programa Conexão Assembleia desta segunda-feira (07/03), a convidada Maria da Penha ressaltou a importância de cada estado do Brasil ter, pelo menos, uma unidade da Casa da Mulher Brasileira, como forma de concentrar todo o atendimento à mulher vítima de violência e facilitar a busca por assistência.

Para a ativista em direitos humanos, a experiência cearense deveria ser copiada nos demais estados.
“A maioria dos estados está carente de uma Casa da Mulher Brasileira. Aqui no Ceará a instituição deixou de receber verba federal, mas graças a Deus o governador manteve o funcionamento. Tive a grata notícia de saber que até dia 8 de março será inaugurada a Casa da Mulher Cearense no interior do Estado. É uma política pública de grande importância, que evita a peregrinação da mulher em busca de atendimento”, avaliou.

Durante a entrevista, conduzida pela jornalista Kézya Diniz, Maria da Penha destacou a necessidade de investimento em educação para que meninos e meninas tenham conhecimento sobre o combate à violência nas escolas. “A educação é essencial. As escolas serem capacitadas para abordar a questão da violência no ensino fundamental é importantíssimo. Mas, infelizmente, essa orientação que o Brasil recebeu da Organização dos Estados Americanos (OEA) ainda não foi implementada”, analisou.

Sobre o Instituto Maria da Penha, a ativista comentou que a organização planeja ampliar a troca de conhecimentos acerca da Lei Maria da Penha nas escolas, além de fortalecer o atendimento às mulheres, por meio do canal de comunicação @aspenhasoficial, no Instagram.

Referência
Maria da Penha também orientou que mulheres que vivem alguma situação de violência busquem ajuda nos Centros de Referência da Mulher, que acompanham e encaminham para os serviços da Rede de Atendimento e Enfrentamento à Violência.

Ceará
Ao responder um questionamento da deputada Érika Amorim (PSD) sobre a colocação do estado do Ceará como o sétimo do País no índice de violência contra a mulher pela Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, ela alertou para a importância de gestores de pequenos municípios instalarem Centros de Referência da Mulher em postos de saúde como forma de tornar mais acessível as políticas públicas de acolhimento à mulher vítima de violência.

Central
Em caso de emergência, a mulher ou alguém que esteja presenciando alguma situação de violência pode pedir ajuda por meio do telefone 190. Para orientações, o Ligue 180 é a Central de Atendimento à Mulher.

Conexão
O Conexão Assembleia é um programa multiplataforma da rádio FM Assembleia (96,7MHz), transmitido nas redes sociais da Assembleia Legislativa do Ceará, no YouTube e no Facebook, às segundas-feiras, a partir das 8h. A produção é veiculada também na TV Assembleia, às segundas-feiras, às 20h30.

O programa também fica disponível no podcast da emissora. Basta procurar o canal nas principais plataformas de áudio, como Spotify, Deezer, Apple Podcastse Google Podcasts.


Curtir: