Nacional, Polêmica
Atualizado em: 13/07/2011 - 9:36 pm

Mesmo após denúncias, Pagot diz que pretende continuar do DNIT. Foto: Agência Câmara

O diretor afastado do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luis Antônio Pagot, disse que pretende continuar chefiando o órgão. Formalmente, ele está de férias.

“Pretendo continuar no Dnit porque comecei uma reestruturação que gostaria de concluir”, afirmou, em audiência pública que durou quase oito horas.

Ao falar da reestruturação no órgão, Pagot disse que “contrariar interesses é muito difícil”. Ele acrescentou que, caso não fique no órgão, pretende trabalhar com portos e cabotagem (navegação entre portos marítimos).

“Tenho projetos de navegar nas águas barrentas do Amazonas. A cabotagem e a implantação portuária poderia ser a solução das rodovias”, afirmou.

Pra relembrar
Pagot foi afastado da direção após a revista Veja publicar denúncias de irregularidades no órgão. Segundo ele, algumas informações são “inverdades” e houve “exagero” em relação a diálogos de uma reunião da cúpula do Ministério dos Transportes com a Presidência da República.

Leia mais:
Governo Dilma decide demitir Ministro dos Transportes  

Diretor afastado diz que petista é responsável por 90% das obras do Dnit 
Oposição quer saber de Pagot quem se beneficiou de supostas fraudes no Dnit 

Segundo a revista, a presidente Dilma Rousseff teria dito que o ministério estaria “incontrolável”, o que foi negado por Pagot.

“A presidente é incisiva, veemente e dura nas cobranças, mas quero deixar claro que o que foi publicado não é a expressão da verdade”, disse.

A audiência foi realizada pelas comissões de Fiscalização Financeira e Controle; e de Viação e Transportes.

Da Agência Câmara de Notícias

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me