Nacional
Atualizado em: 18/07/2011 - 7:08 pm

Senador Alvaro Dias (PSDB)

O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), disse nesta segunda-feira (18) que o surgimento de novas denúncias de corrupção no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deve ajudar na coleta de assinaturas para a criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar o órgão.

De acordo com o líder tucano, faltam quatro assinaturas para completar as 27 necessárias para a criação da CPI.

“O importante, agora, é tentar criar a CPI. Os fatos novos dos últimos dias vão convencer alguns relutantes de que devem assinar essa CPI por uma questão de dignidade”, afirmou.

Para Dias, é dever do Congresso Nacional investigar denúncias que têm sido publicadas na imprensa e que já provocaram a queda do ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, do diretor-geral do Dnit Luiz Antônio Pagot e do diretor executivo do órgão José Henrique Sadok de Sá.

Leia mais:
Sob gestão de Passos, gastos extras dos Transportes subiram 154% 

Obras rendem R$ 18 milhões à construtora de mulher de diretor do Dnit  
Ministro dos Transportes afasta diretor interino do Dnit 
Exoneração de Alfredo Nascimento é publicada no Diário Oficial 
Ministro dos Transportes é o segundo a cair no governo Dilma 

“São informações em quantidade que jamais se viu, pelo menos ao que diz respeito a uma esfera do governo. É um dever do Senado Federal [investigar]. O que há é uma afronta ao país, o desvio de bilhões de reais. As providências adotadas até agora pelo governo não são suficientes, o Ministério Público ainda não teve tempo para instaurar os procedimentos para investigação judiciária e cabe ao Congresso Nacional agir com celeridade para dar essa resposta imediata ao país”, ressaltou.

Com a Agência Brasil

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me