Ceará

Mesquita chama Ciro de “desocupado” e diz que ex-governador foi “sustentado” por Arialdo

Roberto Mesquita (PV) lançou insinuações sobre a relação de Ciro, Cid e Arialdo Pinho

O deputado Roberto Mesquita (PV) fez duras críticas ao ex-ministro Ciro Gomes, a quem chamou de “desocupado”, durante pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (19) na Assembleia Legislativa.

O parlamentar ainda lançou sérias insinuações sobre a relação entre os irmãos Ciro, Cid e o secretário Chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho ao lembrar de denúncias sobre o suposto esquema de favorecimento envolvendo um genro de Arialdo com o sistema de empréstimos consignados para servidores do Estado.

Leia ainda:
Arquivo: “Se alguém age errado é pra ser demitido sumariamente”, diz Cid sobre consignados

Esquema?
Roberto Mesquita disse que Ciro Gomes foi “sustentado” por Arialdo Pinho na época em que deixou o governo e foi convidado para trabalhar como consultor em uma das empresas de Arialdo. Segundo o parlamentar, as denúncias contra o secretário Chefe da Casa Civil só não resultaram em demissão por causa da interferência de Ciro Gomes junto ao governador Cid Gomes.

“O Cid [Gomes] não demite [o secretário Arialdo Pinho] porque o Ciro não deixa. Isso porque seria o mesmo que botar nele o carimbo de ladrão”, disparou Mesquita.

“Todas as paredes dos mais remotos cantos do Ceará sabem que o secretário [Arialdo Pinho] só não caiu porque o Ciro não permite, porque o Ciro não deixa”, complementou o parlamentar do PV.

Bate-Rebate
Segundo Roberto Mesquita, blogs cearenses divulgaram que o ex-deputado federal teria dito que “Luizianne está bancando o PV na oposição ao governo Cid”. Mesquita desafiou Ciro a comprovar que ele e Augustinho Moreira, representantes do PV na Assembleia Legislativa, são mantidos pela prefeita.

Para o parlamentar, o irmão do governador quer destruir a trajetória política dos deputados e do Partido Verde. Ele lembrou que foi contra, assim como Augustinho, à parceria do PV com o PT, mas foram votos vencidos dentro da sigla.

Saiba mais:
Férrer denuncia que Genro de Arialdo Pinho, secretário do governo Cid, opera esquema de consignado no CE
     
Consignados: Servidores públicos estaduais querem investigação de empréstimos

Denúncia sobre Sistema dos Consignados repercute entre servidores e deputados   
Servidores estaduais denunciam juros abusivos de empréstimos consignados
   

Faltoso
Mesquita criticou ainda a atuação de Ciro Gomes na Câmara dos Deputados, onde “faltou muito e não apresentou nenhum projeto relevante”.

Internamento
Ele disse que Ciro não tem moral para nenhuma acusação, porque foi mantido financeiramente quando estava no ostracismo por um contrato de consultoria arranjada. “Ele está precisando de um “internamento” para se desintoxicar de tanta ruindade”, afirmou Mesquita.

Com informações da AL


Curtir: