Denúncia

Ministério da Integração investiga irregularidades em trechos nas obras de transposição do São Francisco

O projeto ligará as águas do rio às bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional, a fim de garantir água para cerca de 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Foto: Agência Câmara
O projeto ligará as águas do rio às bacias hidrográficas do Nordeste Setentrional, a fim de garantir água para cerca de 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Foto: Agência Câmara

O Ministério da Integração Nacional está investigando suspeitas de inconformidade nas medições feitas em cinco dos 14 trechos das obras de integração do Rio São Francisco.

Fase
Quatro desses processos, que iniciaram em maio de 2012, estão em fase de conclusão na consultoria jurídica do ministério. Um já foi concluído.

Inconsistência
O ministério informou que até agora foram encontradas inconsistências nas medidas apresentadas nos contratos de obras e serviços dos trechos 1, 2, 10 e 11, para cada lote foi aberto um processo. A previsão é de que até abril todos os processos tenham sido encaminhados ao Ministério Público Federal e ao Tribunal de Contas da União.

Indícios
Os indícios de irregularidades foram identificados durante levantamento feito pelas empresas supervisoras. Os cinco processos abertos têm por base a lista de retificações apresentadas a partir desses levantamentos.

Atrasos
A transposição do Rio São Francisco, tida como fundamental para amenizar os efeitos da seca no Nordeste, sofre com atrasos e denúncias de corrupção. A obra deveria estar concluída até o fim de 2012. O valor inicial era de R$ 4,5 bilhões em 2007, ano que o projeto começou, mas com os constantes atrasos e irregularidades, a previsão do montante já chega aos R$ 8,2 bilhões.

Do Portal Jangadeiro Online com informações da Agência Brasil


Curtir: