Ceará

Ministério Público cria canal direto de denúncias sobre desmontes

Ministério Público cria canal direto de denúncias sobre desmontes

O Ministério Público do Estado do Ceará estabelece um canal direto com a população para receber denúncias sobre as práticas de desmontes nas prefeituras municipais. A partir desta terça-feira (23), os interessados podem repassar as informações através do link “Desmonte nas Prefeituras – Denuncie”, localizado no canto direito do site www.mp.ce.gov.br.

Basta preencher os campos em branco com nome, CPF, email, endereço e telefone de contato. Há também a possibilidade de solicitar o anonimato no momento do preenchimento do formulário.

Procap
Todas as informações são enviadas diretamente para a Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap). A medida faz parte do conjunto de ações desenvolvidas pelo MP, em parceria com o Tribunal de Contas dos Municípios.

Objetivo
O objetivo é dar mais celeridade aos processos de combate a possíveis desmontes de prefeituras. Duas comissões, formadas por representantes do MPCE e do TCM, se reúnem semanalmente para traçar detalhes da operação conjunta. O primeiro encontro ocorreu no último dia 19.

Investigação
As fiscalizações especiais de urgência iniciaram as investigações em seis municípios nas seguintes datas: entre os dias 22 e 24 estão sendo fiscalizadas as prefeituras de Coreaú, Jucás e Barroquinha. Em seguida, nos 24 a 26, serão investigadas as prefeituras de Ibiapina, Antonina do Norte e Granja. Dos 184 municípios cearenses, 142 constituem a chamada matriz de risco, em que os atuais gestores municipais ou não se reelegeram ou não conseguiram eleger seu sucessor.

Denúncias
A atuação das comissões tem início a partir do recebimento de denúncias dos promotores de Justiça e da população. Através de uma triagem, as comissões determinam o envio imediato de equipes do TCM para dar suporte ao processo. Ao ser confirmada a situação de desmonte, poderá ser aberto uma ação de improbidade administrativa, um pedido de afastamento do gestor ou até um procedimento de natureza criminal.

Com informações do MPE


Curtir: