Nacional

Ministro defende o uso de tablets em escolas públicas

Ministro incentiva uso da tecnologia em sala-de-aula

Ao comentar a decisão de distribuir tablets para professores do ensino médio na rede pública, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse nesta quinta-feira (1º) que as escolas precisam ficar mais atrativas para os alunos e que investir nesse tipo de tecnologia pode ser uma alternativa à evasão escolar.

Leia mais:
MEC quer tablets nas escolas, mas programa anterior que entregou laptops chegou a menos de 2% dos alunos
MEC vai distribuir tablets para alunos de escolas públicas em 2012

Receita estuda criar versão de programa de declaração do IR para tablets

“A escola tem que ficar mais interessante”, ressaltou, explicando que o mercado de trabalho aquecido do país se torna grande atrativo para que os jovens deixem a escola. “A geração nova quer essas informações. Não dá para a gente ficar só com o quadro-negro do século 17”, completou.

Mercadante lembrou que 320 mil professores em todo o país já foram qualificados por meio de cursos de formação para utilizar o tablet. O próximo curso, segundo ele, deve ter carga horária de 350 horas.

“Essa luta eu já comprei – vamos ter computadores na escola. O professor vai ter todas as chances de se modernizar se quiser”, disse. “Impensável, no século 21, é ter um professor que não pode entrar no Google”, concluiu.

Você é a favor do uso de ferramentas tecnológicas em sala de aula? Deixe o seu comentário.

Com informações da Agência Brasil

One thought on “Ministro defende o uso de tablets em escolas públicas

  1. para treinar os professores e corporações em geral no uso dos tablets, o Instituto Brasileiro de Desenho Instrucional, http://www.ibdin já lançou além do curso para tablets imagens 3d além das pós graduação em design instrucional e mais 15 cursos todos de tecnologia, além é claro dos projetos para empresas que se interessarem por aplicativos para a nova tecnologia.

Comments are closed.