Ceará

Mortes violentas caem pelo terceiro mês seguido no Ceará

Mortes violentas caem pelo terceiro mês seguido no Ceará
Mortes violentas caem pelo terceiro mês seguido no Ceará. Foto: Carlos Gibaja

No acumulado dos quatro primeiros meses deste ano, o Estado do Ceará já assinalou uma queda de 11,31% nos números de mortes violentas, considerando o mesmo período do ano passado, sendo salvas 181 vidas. Os números são confirmados com a redução dos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) pelo terceiro mês consecutivo.

Os índices de abril foram divulgados pelo governador Camilo Santana, que presidiu – juntamente com a vice-governadora Izolda Cela – a reunião de monitoramento do programa “Em Defesa da Vida”, nesta quarta-feira (6), na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Abril
No mês de abril, foi registrada queda de 4,9% nos óbitos em relação a abril do ano passado em todo Ceará. A Capital e Região Metropolitana também identificaram reduções, tendo, respectivamente, uma diminuição de 17,1% e 8,6% nos índices de CVLI. Os dados foram discutidos pelo governador, que participa, mensalmente, da reunião de monitoramento do programa “Em Defesa da Vida”, com o objetivo de acompanhar de perto os trabalhos desenvolvidos.

“O trabalho da segurança pública é um trabalho contínuo, diário, permanente de planejamento, monitoramento e organização. Já estamos discutindo sobre as formações das primeiras turmas do BPRaio (Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas) da Polícia Militar. Os policiais estão sendo treinados no Cariri, sendo implementadas as formações até julho deste ano, além da Região Norte que terá seu início para outubro deste ano”, revelou o governador durante a reunião.

Ações
Entre as discussões, ações estratégicas foram programadas para intensificar a abordagem na Região Norte e Sul do Interior, que apresentaram aumento nos índices. “Estão sendo dadas respostas imediatas para todos os últimos acontecimentos e sendo identificados todos criminosos para que possam ser punidos com o rigor da lei. Operações para desarticulações desses criminosos estão sendo realizadas. O importante é saber que onde uma ação criminosa for deflagrada, uma ação mais precisa do Governo do Estado também será correspondida”, ressaltou Delci Teixeira, secretário da Segurança Pública e Defesa Social.

Videoconferência
A reunião, que tem ainda a participação de servidores através de videoconferência, transmitindo imagens das corporações de cinco cidades do Interior (Sobral, Crateús, Quixadá, Russas e Juazeiro do Norte), teve a participação do secretário Delci Texeira, comandantes das vinculadas – Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e Perícia Forense –, além de cerca de 60 profissionais das forças de segurança.

Com informações da SSPDS


Curtir: