Protesto

Movimento “Ceará contra o Golpe” intensifica atos neste fim de semana

Movimento "Ceará contra o Golpe" intensifica atos neste fim de semana. Foto: reprodução do Facebook
Movimento “Ceará contra o Golpe” intensifica atos neste fim de semana. Foto: reprodução do Facebook

Neste fim de semana, o Movimento Ceará contra o Golpe intensifica em todo o Estado os atos de rua contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. As atividades estão previstas para os dias 15, 16 e 17 de abril, data do início da votação, no Plenário da Câmara dos Deputados, previsto para as 14 horas do sábado.

Na sexta-feira (15), os manifestantes se concentram, a partir das 15 horas, em frente ao Teatro José de Alencar, de onde sairão em passeata até a Praça do Ferreira. O cortejo pelas principais ruas do Centro de Fortaleza será acompanhado por desfile de maracatu e apresentação de bandinhas. Paralelamente, às 16 horas, ocorrerão intervenções culturais ​em diversos terminais de ônibus da cidade.

No mesmo dia, também estão previstas atividades nos municípios de Quixadá, Sobral, Icó, Crateús, Quixeramobim e Região do Cariri, na rotatória Crajubá – Crato, Juazeiro e Barbalha.

Sábado
No sábado (16), a militância se encontra às 20 horas, na Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), localizada no cruzamento da Avenida da Universidade com 13 de Maio, em frente ao Museu de Arte da UFC (MAUC). No local, ocorrerá a Virada Cultural contra o Golpe.

Entre as atrações da Virada estarão Ghetto Roots, Bloco Luxo da Aldeia, Água de Quartinha, com a participação da cantora Juliana Rosa Renegados; Banda Guerrilha, com Alan Morais, Oscar Arruda, Marta Aurélia, Erivan Produtos do Morro, Gustavo Portela, Danilo Guilherme, Roberta Kaya, Vitoriano Marcos e Lélis; Gildomar Marinho, Tripulantes da Sabiabarca, Eugênio Leandro, Fernando Rosa e os DJs Jotapê Aka Fisherman e Biruta. Ainda no sábado, haverá protestos nas cidades de Cruz, Caucaia e Limoeiro do Norte.

Domingo
Na manhã de domingo (17), prossegue a programação da Virada Cultural, com místicas conduzidas por movimentos sociais e novas apresentações artísticas, que incluem roda de coco, ciranda e samba de roda. O espaço será aberto para que os manifestantes apresentem a sua arte.

Às 14 horas, iniciará a exibição da sessão de votação do impeachment em dois telões armados ao lado do palco montado em frente à Reitoria da UFC. Também estão previstos atos públicos em Juazeiro, Limoeiro do Norte e Crato.

Com informações da Confetam/CUT


Curtir: