Câmara Municipal

MP entrega pedido de cassação do vereador “A Onde É” à Câmara

MP entrega pedido de cassação do vereador “A Onde É” à Câmara
MP entrega pedido de cassação do vereador “A Onde É” à Câmara

O Ministério Público do Ceará (MP-CE) protocolou, na terça-feira (28), uma representação na Câmara de Fortaleza pedindo cassação do vereador Antônio Farias de Souza (PTC) – conhecido como “A Onde É”.

Segundo o ofício, o vereador teria quebrado decoro parlamentar por suposta prática de crimes de peculato, formação de quadrilha, organização criminosa, lavagem de dinheiro, concussão e atos de improbidade administrativa. Junto com a representação, foi anexada documentação referente às irregularidades que teriam sido promovidas pelo parlamentar.

Preso
O vereador foi preso em flagrante no dia 26 de agosto pelo crime de concussão, quando tentava receber o salário de um assessor. As investigações apontaram que o parlamentar e seu chefe de gabinete usavam assessores fantasmas para realizar saques e, assim, se apropriar do dinheiro destinado a pagamento de assessores.

Leia ainda:
A Onde É: Dinheiro desviado da Câmara pagou até “lua de mel”; MP quer a cassação do vereador
MP investiga vereador “Aonde É” por irregularidades no uso de verba pública
Câmara de Fortaleza gasta R$ 4 mi com passagens e R$ 9,7 mi em vales-refeição

Entendimento
Em depoimento, os supostos assessores não souberam sequer informar a localidade da Câmara de Fortaleza. Com a finalização das investigações, o MPCE entendeu que, desde o início do mandato até agora, o proposito do vereador era o de desvio de verbas. Esse é o primeiro mandato de “A Onde É”.

Investigação
Durante a investigação, foram colhidos depoimentos de 23 assessores e documentos que provam aquisições incompatíveis com o salário de um vereador, que fica em torno de R$ 12 mil.

Com informações do MP, via OE


Curtir: