Polêmica

MPE acolhe representação do PSDB contra Gony Arruda

Gony Arruda trocou o PSDB pelo SD mas diz estar tranquilo diante da possibilidade de perda de mandato. O ex-tucano alega que foi perseguido dentro do PSDB.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) acatou pedido feito pelo PSDB e emitiu, na quarta-feira (25), um parecer favorável à representação da legenda contra o deputado estadual e atual secretário de Esportes do Estado, Gony Arruda (PSD). O documento é assinado pelo procurador Regional Eleitoral, Márcio Torres.

Antes
Em julho do ano passado, seguindo orientação da executiva nacional, o partido protocolou pedido de cassação do mandato do então parlamentar tucano no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), por infidelidade partidária.

Infiel?
Gony assumiu a Secretaria Estadual de Esportes, segundo o PSDB, sem o consentimento da legenda e após campanha eleitoral em que a legenda se posicionou como oposição ao atual Governo.

De acordo com o 1º secretário da Execuitva Estadual do PSDB-CE, Thiago Campelo, com o parecer do MPE, o rito processual está quase todo completo.

Oportunismo
O procurador Márcio Torres afirma, em seu parecer, que o pedido do PSDB tem procedência da recomendação uma vez que não foi identificada a “justa causa” para a desfiliação. “A questão da perseguição não ficou bem demonstrada. Mas ficou, sim, a vontade que teve de assumir uma pasta a partir de um convite que não era da base do partido pelo qual foi eleito. Nós entendemos que houve um oportunismo. Além disso, ele pediu para migrar para o partido depois de já ter sido dada entrada na representação (do PSDB)”, disse o procurador em entrevista ao jornal O Povo.

Gony Tranquilo
Diante da informação, o secretário de Esportes, Gony Arruda, hoje no PSD, disse durante entrevista, estar “muito tranquilo”. O ex-tucano está licenciado do mandato para assumir a secretaria e disse que não vê motivos para perda de mandato porque a troca de partido teria sido motivada por perseguição interna no PSDB.

Veja quem também migrou para o PSD aqui:
PSD acolhe aliados do governo e já nasce com bancada na Assembleia do Ceará

Fidelidade
Com a migração para o Partido Social Democrático, os parlamentares aproveitam a “janela” de infidelidade partidária. Pela lógica de entendimentos anteriores dos Tribunais, as trocas de partidos resultariam na perda do mandato. A legislação, no entando, permite a mudança para siglas “recém criadas” como é o caso do PSD.

Interesses
O idealizador da nova sigla, prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM), disse inicialmente que a legenda “não é de direita, nem de esquerda, nem de centro” o que a faz atraente para políticos com os mais variados interesses.

Leia também:
Fora do ninho  
PSD coleta nome até de morto e é acionado pela oposição
Gony anuncia desfiliação do PSDB para evitar expulsão 
  
Salmito Filho deixa PT e confirma filiação ao PSB

José Maria Pontes pede desfiliação do PT e não esconde decepção

Com informações do O Povo e da assessoria do PSDB no Ceará


Curtir: