Ceará

Mutirão de Paternidade encerra com 93,48% de acordos

Mutirão de Paternidade encerra com 93,48% de acordos. Foto: TJCE
Mutirão de Paternidade encerra com 93,48% de acordos. Foto: TJCE

A segunda fase do Mutirão de Investigação de Paternidade terminou, na quarta-feira (19/02), com 93,48% de êxito. Das 46 audiências realizadas, 43 obtiveram acordo. A força-tarefa, promovida pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Fórum Clóvis Beviláqua, iniciou na última segunda-feira, 17.

Resultados
Nesta etapa, foram entregues os resultados dos exames de DNA, coletados na primeira fase do mutirão, realizada em outubro do ano passado. Nos casos em que o pai reconheceu o vínculo familiar, as audiências de conciliação ocorreram para estabelecer pensão alimentícia, guarda e visita dos filhos.

A juíza coordenadora do Centro, Natália Almino Gondim, ressaltou o êxito da iniciativa. “O comparecimento das partes foi muito bom. Já saíam daqui com os casos resolvidos. Mesmo os ausentes tiveram seus processos e exames de DNA encaminhados para as Varas de origem, onde poderão ser solucionados mais rapidamente”.

Atendimento psicológico
As partes, após as sessões, eram encaminhadas para um atendimento com a psicóloga voluntária Gleiciane Van-Dam. Para a juíza, essa orientação é importante. “A psicóloga destaca, nesse momento, a importância da participação dos pais na vida dos filhos”. Além disso, o Centro oferece uma brinquedoteca, para acolhimento das crianças que são levadas para as audiências.

Com informações do TJCE


Curtir: