Polêmica

Na presidência do PDT, André Figueiredo defende ‘como amigo’ que Lupi deixe cargo

O deputado Federal André Figueiredo (PDT), presidente interino do PDT, defende "como amigo" que Carlos Lupi deixe o cargo.

O presidente em exercício do PDT, André Figueiredo, defendeu na quarta-feira (16), “como amigo”, que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, deixe o cargo.

“Como amigo do Lupi, preferia que ele saísse. Mas isso é uma decisão que o PDT vai tomar de forma institucional.”, disse o cearense.

Leia Ainda:
Ministro Lupi admite carona em avião e nega ter mentido 
Nos jornais: ministro aprovou criação de sindicatos fantasmas
Nos jornais: Com a bênção de Lupi, PDT loteia cargos no Ministério do Trabalho, inclusive no Ceará
Lupi recebeu diárias sem ter participado de compromissos fora de Brasília

Confiança
André Figueiredo, que também é deputado federal, afirmou, no entanto, que o PDT reitera confiança no ministro e vai tirar uma posição sobre a permanência dele amanhã na Executiva.

O pedetista disse que o partido não pagou o voo de Lupi e que ainda aguarda explicações do deputado Weverton Rocha (MA), que estava na viagem com o ministro.

Com informações do Correio Braziliense.