Com a palavra, Nacional, Polêmica
Atualizado em: 11/07/2011 - 6:00 pm

Em meio a polêmica envolvendo denúncia da fraude de R$ 300 milhões da empresa Manchester, de propriedade do senador Eunício Oliveira, na Petrobras, para exploração de pré-sal na Bacia de Campos, Rio de Janeiro, o colunista do jornal O Globo, Ricado Noblat decidiu dar um “conselho” ao cearense.

Noblat publicou em seu blog uma comentário com o título “Conselho ao senador Eunício Oliveira” que reproduzo aqui.

Caro senador Eunício Oliveira (PMDB-CE):

Seu último fim de semana deve ter sido de muito aborrecimento com essa história publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo sobre a empresa Manchester Serviços Ltda, suspeita de ter fraudado uma licitação da Petrobrás no valor de R$ 300 milhões.

Sei que 50% das ações da empresa lhe pertencem, eu sei. E que o resto pertence à sua família. Eu sei, o senhor já me disse, que há 13 anos está afastado da gestão da Manchester e das demais empresas das quais é acionista.

Mas – não sei por que – vivemos uma época de quase total descrença nos políticos. As pesquisas assim indicam. Ou mesmo qualquer despretencioso bate-papo em mesa de botequim.

Permita-me uma sugestão: para que não duvidem do que o senhor afirma, renuncie ao sigilo telefônico dos seus celulares e dos aparelhos de suas casas e gabinetes de trabalho.

Autorize que sejam vasculhadas todas as ligações que fez ou que recebeu nos últimos 13 anos com o único propósito de se averiguar se o senhor de fato não se comunicava assiduamente com os executivos de suas empresas.

Sei que estou lhe propondo uma inversão de papéis. Não lhe caberia provar que é inocente de qualquer tipo de crime que queiram lhe imputar. O ônus da prova cabe a quem acusa.

Convenha, porém, que não ficará confortável para o senhor desfilar por aí como mais um político que poderá ter se valido dos cargos que ocupou e do mandato que exerce para extrair vantagens pessoais e ilícitas.

Perdão pelo lugar comum, mas ao homem público não basta ser honesto. Há de parecer honesto.

Há muitos companheiros seus que não se importam em parecer desonestos. Creio que não é o seu caso.

Fonte: Blog do Noblat

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me