Polêmica

Nos jornais: Ministro destinou R$ 4 mi para ONG de mãe de pedetista

Reportagem aponta mais uma denúncia contra o ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Foto: Agência Senado

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, fez um convênio de R$ 4,09 milhões com a ONG maranhense Fedecma (Federação de Desenvolvimento das Organizações do Terceiro Setor do Maranhão), da mãe do deputado federal Weverton Rocha (PDT-MA). A informação é da Folha.com.

Segundo a reportagem, Lupi autorizou o convênio com a ONG em agosto de 2007, quatro meses depois de assumir o ministério. Na ocasião, Weverton era secretário da Juventude e dos Esportes do governador pedetista Jackson Lago, e, segundo integrantes do PDT maranhense, tornou-se próximo de Lupi.

Mãe
A ONG foi criada pela mãe de Weverton, Marileide Rocha Marques de Sousa. De acordo com o cartório onde está registrada, ela continua responsável pela instituição e tem mandato de presidente até 2012. Segundo o portal da Transparência, do governo federal, dos R$ 4,09 milhões previstos, foram repassados R$ 3,179 milhões.

Leia ainda:
Na presidência do PDT, André Figueiredo defende ‘como amigo’ que Lupi deixe cargo  
Ministro Lupi admite carona em avião e nega ter mentido   
Nos jornais: Com a bênção de Lupi, PDT loteia cargos no Ministério do Trabalho, inclusive no Ceará 
Lupi recebeu diárias sem ter participado de compromissos fora de Brasília  

Resposta
Weverton Rocha disse que sua mãe se desligou da ONG Fedecma em 2009, quando ele se tornou assessor do ministro. Segundo ele, na época em que o convênio foi assinado, em 2007, sua mãe era ligada ao PMDB do ministro Edison Lobão (Minas e Energia).

Somente agora, depois que saiu da ONG, é que Marileide Rocha Marques de Sousa ingressou no PDT, partido controlado pelo ministro e do qual o deputado faz parte. O Ministério do Trabalho disse que a entidade foi escolhida após audiência pública no Maranhão.

Da Folha.com