Ceará

Operação “Escamoteamento” combate fraudes em licitações no Ceará e Piauí

Operação “Escamoteamento” combate fraudes em licitações no Ceará e Piauí

Os Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECOs) do Piauí e Ceará deflagaram na manhã desta sexta-feira (07/04) a operação “Escamoteamento”, que investiga esquema de fraudes em licitações em diversos municípios dos dois Estados.

Segundo os promotores de Justiça que acompanharam a ação, as fraudes envolvem empresas fantasmas e os desvios chegam a R$ 60 milhões, com a participação de empresários e agentes políticos.

Mandados
Foram cumpridos no Estado do Ceará, nas cidades de Tianguá e Ubajara e com auxílio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 13 mandados de prisão preventiva, 18 mandados de busca e apreensão em residências e empresas de investigados, duas conduções coercitivas de investigados que foram ouvidos na sede das Promotorias de Justiça de Tianguá, além de cinco sequestros de bens oriundos dos crimes praticados.

Apreensão
Segundo o coordenador do GAECO Ceará, o promotor de Justiça Manoel Epaminondas, foi apreendida uma pistola municiada sem registro com um dos investigados, tendo sido, por este motivo, lavrado auto de prisão em flagrante. “Todo o material arrecadado será agora analisado, a fim de aprofundar as investigações e possibilitar o ajuizamento das respectivas ações penais”, destacou Manoel Epaminondas.

E ainda
Participaram da operação “Escamoteamento”, além dos promotores de Justiça dos GAECOs do Piauí e Ceará, promotores de Justiça da Comarca de Tianguá, e técnicos da Controladoria Geral da União (CGU), do Tribunal de Contas do Piauí, (TCE-PI), além das Polícias Militar e Civil do Piauí.

Com informações do MPE
Atualizado as 14h59 para correção do nome da operação


Curtir: